Na velha ponte de madeira
Suspensa sobre o rio
Que corre devagar...



Ela espera...
De vez em quando caem folhas, já mortas pelo tempo, enchendo ainda mais o chão já coberto
De outras tantas iguais...
Marcou encontro em segredo, com o desconhecido da net, que a encantou e seduziu com palavras sábias e doces, de um verdadeiro poeta...
Caminhou um pouco, para matar o tempo, que se alongava nos ponteiros do relógio, para onde ela olhava de vez em quando.
E uma pergunta, surgiu de repente vinda do nada. Será que ele vem?
Uma simples dúvida que lhe assolou o pensamento e lhe acinzentou a alma!
Ela ainda nem reparou, mas o sol já se escondeu sorrateiramente, na ausência dela...
Em breve chegará a noite, que lhe trará a verdade nua e crua, que não esperava.
Mas ela ainda espera... espera...
Mas... porque será que ainda espera?!
O relógio estava certo e não esperou!
E a noite chegou!
Mais tarde, já em casa e depois de limpar as lágrimas que a raiva lhe ofereceu, o telemóvel tocou... era um sinal de mensagem. E os seus olhos leram o que não queriam ler...
Desculpa docinho, mas a minha mulher chegou mais cedo e quis que fosse com ela ao jardim, passear os miúdos... sabes como é!

26 impulsos:

madrugada disse...

Passei por aqui para deixar a minha impressão digital.

Gostei do texto!...

Vício disse...

posso marcar um encontro contigo?
eu sou solteiro!

seforis disse...

Sei! Não devemos alimentar muitas esperanças com quem estabelecemos contacto aqui na net. Temos que saber perguntar de maneira a que não nos saibam responder outra coisa que não a verdade. Se não for a que esperavamos, paciência, não faltarão outros vicios :-)dispostos a encantar o pior é se causam dependência...também estemos que estar alerta desse efeito secundário :-) Desculpa por esse tipo não ter aparecido. Um beijo com carinho
P.S: segui o teu conselho.

Kianda disse...

Posso-lhe xamar um nome feio???

Only me disse...

Beijos grandes...

Fernanda e Poemas disse...

Minha querida, grata pela visita e parabéns pela tua postagem, está linda.
Beijinhos,
Fernandinha

O Profeta disse...

Um história muitas vezes...acontecida...

Os Deuses acordaram a ilha
Passaram a noite em celeste folia
Irritaram a chuva e o vento
Construíram castelos na maresia

Bom fim de semana



Mágico beijo

Tatá disse...

Adorei suas palavras, o vídeo e a imagem...adorei seu post no todo.
Muita sensiblidade da sua parte.
Amei!

Bjs
;)

lurainbow disse...

Oi é hoje :))
Quero a tua PRENDA lol
Passa lá no Blog , clica no meu vidio lindo k tenho lá abres e manda direitinho como tenho k por aquela coisa a tocar em auto play lol
A idade é um posto dizem mas ... lol... ñ estou a condseguir
Help , HELPPPPP PLEASE :)))

E...

Com muito ORGULHO por ti e todos os teus comentarios ,

psiuuuu anda dai , hoje há festa lá no blog :))
Despaxa-te olha que os smarties , xupa-xupas , chocolates e gelatinas acabam ;)
Beijinhos cheio de cores e... OBRIGADO

Gu-Gu , dá , dá lol

Depois passo com tempo para te ler , estou com saudades de o fazer . Hoje pouco tempo , tenho k convidar e leva-los para a festa :))
Bora anda dai . YUPIIIIIII

Sha disse...

Olá Impulsos!

Pois é! Esta virtualidade pode pregar muitas partidas...

Ainda ontem falei sobre isto com um amigo... virtual!
A facilidade em carregar no botão 'off' do pc, permite que as pessoas pareçam, estejam e sejam o que quiserem, fazendo do teclado um veículo para satisfazerem egos e caprichos.

Mas também se encontram pessoas sérias e honestas por aqui e que nos surpreendem pela positiva quando passam do virtual para o real!

Deve partir de nós a sinceridade e transparência, conscientes do intuito com que nos aventuramos nesta virtualidade.

Beleza e sensibilidade nas tuas palavras, descrevendo uma realidade virtual tão real, nos dias que correm! Gostei do post!

Desculpa o tamanho do comentário!
Bom fdsemana!
Beijinho!!

Um Momento disse...

"... sabes como é..."
Só sei que adorei o texto
Na espera se desesperou e na certa descobriu algo que não sabia...

Beijo ... em ti
(*)

Rosa Maria disse...

Amores encantados que se tornam num desencanto... desencanto esse , que enfim...muitas...e muitos sabem como é...
Gostei mt do teu texto
(desculpa a ausência :))

Oliver Pickwick disse...

"Fui medusa/Fui Mata Hari/Fui Cleópatra [...] Que mora aqui, num desses outros eus..."

Olá, Cleo! Como se não fosse suficiente o seu comentário generoso, ainda me deixou um lindo poema. Fiquei sem palavras, nem sei como ainda estou conseguindo escrever este comentário. Mas, na verdade, eu sei, resulta do seu carinho e da sua gentileza. Felizes daqueles que contam com estes estímulos tão especiais. Sinto-me honrado.

Admiro os poetas, embora não compreenda perfeitamente onde buscar inspiração para descrever uma melancolia e um desencanto tão intensos e, simultaneamente, belos, como estes dos seus dois últimos posts.
Apareça sempre. Um beijo, e o melhor fim de semana pra você.

lurainbow disse...

Vim ate aqui logo cedinho para te pedir que não te esquecesses de mim e da minha PRENDA :)) Clicar no meu vidio e ensinar aqui a miuda a por o vidio a tocar sosinho ( AINDA SOU DO TEMPO DAS GRAFONOLAS )fico á espera , assim k puderes , hoje ? OK :))

Mas tenho estado a ler-te com tem po e...
E senti uma certa nostalgia por aqui , algum vazio até :(( SERÁ ?
Palavras magoadas , sofridas enfim aquelas palavras k todos temos engasgadas na garganta .
Sei o k isso é mas... faz-me um favor se for CÁGA nisso , desculpa mas por o k oiço e leio por aqui , vales um SORRISO ENORME por a tua força e coragem demonstrada em toda a tua escrita e... EU ESTOU AQUI ok ??? BEIJINHOS e desculpa a frontalidade mas eu sou mesmo assim . UPAAAAAAA ok??? BOA ASSIM é k é :))

AGORA A PRENDA rsrsrs lol

rui disse...

Olá Cleo

A verdade cruel!
A tua genialidade a nos presentear sempre, com novas poesias.

Beijinhos

Luz&Amor disse...

Adorei o texto Cleo. Passando para te deixar um beijo com carinho.
Uma boa semana para ti.
Bjs

serenidade disse...

...não sei o que dizer...doeu cá dentro...tão verdadeira, tão possível, tão frequente....

Bom fim de semana

Serenos sorrisos

Artur.S disse...

Espectacular!

MIMO-TE disse...

Fico sempre impressionada com a tua escrita e a mensagem clara e precisa que passas.

Como mulher, acho que o teu texto diz tudo!A verdade é que devemos ter esta realidade bem clara e saber lidar com as situações estranhas que por aqui vão surgindo. Realmente quem chega não imagina com que loucuras se pode deparar. Ainda bem que és directa e com um texto tão bom consegues aliciar a leitura a muitas(os). Que bom! Parabéns!


Deixo mimos

Sailing disse...

No encanto das palavras, uma chama acesa, uma alma que se enche, uma ave que voa... um encontro, um momento que fica...

Sem dúvida que nos teus poemas, encontro sempre a razão para continuar a acreditar que a poesia está viva...

Bjs

multiolhares disse...

A Net e a vida real por vezes
Tocam-se, só que na net as pessoas
Podem ser mais falsas pois estão escondidas por um ecran
É preciso cuidado
Beijinhos
luna

Vertigo disse...

isso aconteceu?? mesmo??

...

Beijinhos,querida!

Rui Caetano disse...

O relógio nunca espera or nós, nós é que nos lançamos a trás dos seus ponteiros. Gostei deste teu blogue, mais uma vez.

Dias disse...

Acontece, faz parte do "jogo".

Gosto imenso do texto, para não variar...

Beijo

suruka disse...

Que belo realto.

Na ponte...

Mas como é possivel?
Sei que estou ultrapassado,
ou talvez não.

Não há justificação para a falha.

Ele merece um tau tau.

bjs

Lua disse...

Gostei bastante dos teus posts.

"As pessoas não aquilo que dizem que são, são aquilo que fazem"