Jogamos... porque não?!


A vida…

O sonho…

A melodia...

A emoção...

O amor…

O desejo...

A conquista…

A sedução...

A entrega ...

O beijo...

A carícia...

Tudo é um jogo!

Até as palavras o são...


24 impulsos:

Kianda disse...

Importante não confundir o jogo com a brinkadeira...
Jogar... talvez!
Brinkar... melhor não!

Sha disse...

Principalmente as palavras.

Beijinho
Sha

Lívio disse...

A vida também. Pena é que muita gente a vicia (não é nenhuma alusão ao vício).
As palavras, sem dúvida!

luís disse...

a mesma casa, endereço novo:

http://dias-curtos.blogspot.com/ ,

o mesmo luis ;)

seforis disse...

Olá impulso que me deu...já recebi alguns comentários no meu blog mas nunca senti necessidade de os agradecer. O teu, obrigada não sei porquê...na humildade de um rosto parcialmente oculto se revela o seu todo...um impulso!

Secreta disse...

Concordo plenamente! Vivemos um jogo constante .

su disse...

Um jogo, um vício, uma aposta, uma vitória e uma derrota, um combate e uma conquista...todos os dias. Mas todos os dias de cada uma das nossas vidas.
Até as palavras.

Beijo grande. Bom início de ano celta!

U Ó Mãe Que Dava Pulos disse...

Os ingredientes (ou peças) do jogo são invariavelmente esses.
E, no entanto,como são diferentes os jogos que com eles(as) se podem fazer.
A imaginação joga aí um papel fundamental.
Bj

Som do Silêncio disse...

Olá!

Concorso contigo, a vida é isto mesmo...um jogo constante.
Mas eu gosto de desafios!

Beijo Silencioso

Vício disse...

Jogas o às de copas? ;)

permite-me que agradeça aos teus leitores Livio e Su a referencia que fazem ao Vício :P

O Profeta disse...

Tudo é um jogo, convém fazer as apostas certas...certo...?!


Doce beijo

marco disse...

ola cleo,
espero que tenhas tanta sorte no jogo como eu no amor! é um jogo muito perigoso!
beijos"

Paulo Afonso disse...

A vida... é um jogo!

Beijo

Bia disse...

Tens toda a razão tudo nesta vida é um jogo!
Pena que eu não tenha aprendido a jogar mais cedo...
tenho saudades de não jogar, de sentir, saudades acima de Tudo de Acredtar...
Mas Tens toda a razão...
beijo meu e bom fim de semana

Jogo sem trunfos para ganhar,aceitam? disse...

Apetece-me jogar...jogas?
Para vencer!!!

Quem jogas o ÁS de trunfo?

Convido a BIA aqui de cima para jogar e ACREDITAR que vai ganhar, mesmo quando o trunfo é pequenino bem jogado, corta qualquer outro Ás!

Quem começa??...

Bia disse...

jogo sem trunfos, quem és tu?
obrigada pelo convite, não jogo.
Não gosto de jogar... perco sempre, há coisas para as quais não tenho jeito nenhum, e jogar é uma delas...
Acredita nem um trunfo pequenino tenho :( e também não quero cortar nenhum Ás...
Mas dou-te os Parabéns, não jogo mas deixaste-me intrigada :)
Não sabes onde eu moro?
clica no olho azul e vai até lá...
és alguém que eu conheço de certeza, se não para que ias querer jogar comigo :)
Fica bem e tem um bom feriado.

Bia disse...

Impulsos,
beijo meu e obrigada :)

Dias disse...

E jogadores somos nós porque o jogo comanda a vida :)

Com as palavras tu jogas muitissimo bem.

Beijo agradado

Obscuridade Translúcida disse...

Um jogo muito sério e muito duro mas que dá muito gozo quando bem jogado...

Luz&Amor disse...

Sim, a vida é um grande jogo. E nós talvez preciosas peças. Que saibamos então ganhar.
Passando pra te deixar um beijo.
Ah...esta música maravilhosa.
Bom findi semana.
Bjs

Tatá disse...

Essa é a vida...cabe a cada um de nós utilizarmos a melhor forma para vencermos sempre...com honra, dignidade e cabeça erguida.

Beijos

CamaReira disse...

Há jogos que valem a pena. O acreditar que se pode ganhar é um estimulo. Perder faz parte. Há jogos em que só um ganha, outros em que todos ganham.Só é preciso escolher o jogo certo e acreditar... Sonhar...

Beijos Ardentes

suruka disse...

CLEO

E como jogas bem com as palavras.

Obrigado pelas visitas frequentes que me fazes.

bj impulsivo

JuvePP disse...

OLá Cléo
Não podes pedira às palavras mais do que elas te podem dar. Se tudo é um jogo, as palavras também o serão. As palavras só dizem o que está no coração. Verdade ou mentira elas serão tudo aquilo que um sujeito poético quiser. Ainda acredito que as palavras são reais, autênticas, verdadeiras e sinceras. O poema joga com o valor das palavras, e nem sempre, "leva-as o vento". Beijinhos.