Louca paixão de sereia...



Ancorei no teu porto

Onde as gaivotas se passeavam
Pelas suaves brumas da madrugada
Desejei-te ali
Esperei-te um tempo sem fim
Mas a tua presença foi uma miragem...

Pescador dos meus sonhos
Por ti me perdi
Quando em ti entrei
Pela escotilha do encanto
No meu canto de sereia
Naquela noite fria
Ao luar de Janeiro

Sete luas se passaram
E eu não te esqueci...
Vindo em busca de ti
Para aliviar o meu tormento

E hoje... não te vi...

O cansaço tomou conta de mim
Fiz da rocha a minha cama
E descansei o meu corpo
Moído da viagem
Bebi das tuas palavras
Que trouxe comigo em pensamento
E adormeci...

19 impulsos:

su disse...

Fazer do travesseiro as palavras em corpo de pedra...desde que batam aceleradas ao ritmo da Vida, como sangue que percorre o início dos corpos, solidificados um entre o outro...a união entre as promessas e a benção dos elementos da Natureza sublimam as emoções até à eternidade. Ressoam ecos da sereia, desede os inícios dos tempos, sem nome ainda para eles, sendo o seu olhar o farol que guia para si mesma a felicidade do sentimento...
...a espera trará sempre a concretização dos sonhos...bastando crer neles...

um beijo aqui da Teia, acompanhando-te pela madrugada fora! ;)

In Loko disse...

Bonito canto aos sentidos Cleo... "e na rocha que conforta meus encantos e desencantos deixo gravado suados sentimentos para mais tarde me encontrares"...

Cada vez mais gosto de te ler menina...

Beijinhos grandes...

(gosto muito das tuas escolhas musicais).

Branca disse...

E viste-a nos teus sonhos?!
Se sim,
continua a espera mas faz-te ao mar, mergulha, vai procura-la, não fiques ai sem fazer nada, ela pode precisar da tua ajuda para te encontrar...

Se não a viste,
reflete se ainda a queres ver ou se já deixaste de acreditar nela
e por isso ela não apareceu...

Beijinhos e boa semana :)

suruka disse...

Belo muito lindo mesmo

Sabes em tempos cheguei a acreditar em sereias.

Melhor, ainda quero acreditar que existem.

bj salgado

Rosa Maria Anselmo disse...

olá Cleo
este poema "quem és tu", não foi o poema que lemos no almoço- esse si escrito a 4 maõs. Este é meu, foi só escrito por uma mão!!!!
jinhos
Rosamaria

Betty Branco Martins disse...

Minha querida

Já cá estou de volta:))

Vim só dizer um OLA! e agradecer a visita na minha ausência

Voltarei mais tarde com tempo. Para ler e comentar

Beijos com muito carinho

Secreta disse...

Adormecer ... para esquecer a saudade , para viver os sonhos ...
Beijito :)

Dias disse...

Lindissimo Cleo e com esta "banda sonora" até arrepia porra.

Mais um excelente post...

Beijo

Nota - Vi-te.

VICIO disse...

triste pescador,
que deixando a sua solidão correr ao ritmo da esperança julgou ver tal sereia, ouvir o seu canto!
mas os sonhos acabam... e quando der por si talvez nem a mulher consiga ver...
a sereia queria ser do mundo...

Plum disse...

Sereia...um ser mágico do mar!***

rui disse...

Olá Cleo

É Belo...!
A música e, a voz embala-nos para um mundo mágico.
Tem o teu perfume.

Beijinho

Mago dos sonhos disse...

Saudações!
Não repouso aqui há muito, muito tempo, mas a essência do sonho continua morar nas tuas letras. Sim, voltei, a suadades ditaram o meu regresso, e feliz estou, por voltar a partilhar os teus sonhos. Sete são, as luas que lançaram feitiços sobre o teu coração.

Mágico Beijo

marco disse...

QUEM ME DERA CANSAR ME COM UMA SEREIA AO LUAR DE AGOSTO QUE É MAIS QUENTE!

BEIJUS!

Som do Silêncio disse...

E fez-se Magia neste momento!

Obrigada!

Beijo Silencioso

serenidade disse...

Amiga,
até a mais inerte rocha tem a energia divina, há que a fazer tornar-se A vida Vivida na plenitude da constate busca pelo Amor, amor que tudo dá, nada pede, mas sempre existente no teu lindo coração.

Serenos sorrisos

Ana S. disse...

A Paixão custa sempre a passar mas sete lus é muito tempo.
Quem sabe se um outro pescador aparece? :)
Beijos

Sha disse...

E por mais que as luas passem, o luar só nos reacende mais a paixão...

Bjinho
Sha

Lívio disse...

E chamas-me poeta...pelas minhas palavras!
Que te posso eu chamar, pela intensidade das tuas?

Um beijo para ti, Poetisa!

Um Momento disse...

Nas palavras mergulho , Encantada
No canto da sereia , por ti cantado
Beijo grande:)))
(*)