Quem és tu?

Quem és tu?
Que chegas de mansinho
Sem ser esperada...
Ora te vestes de negro
Como a noite escura...
Ora de branco
Como a alvura da madrugada...

Quem és tu?
Que te passeias sem pedir licença
Pela estrada larga do pensamento
Reparei que te sentas
Quase sempre naquele banco
No tal lugar dos ausentes...

Acaso te chamarás saudade?

22 impulsos:

enederian disse...

Olá :)

Escrevi no google algo como:
"o meu funeral" e fui dar ao teu blog que paraste há uns meses, dei uma olhadinha nela e nos outros e gostei do que li...ando nostálgico ...
vou tentar aparecer mais vezes caso não precise do meu ramo de flores ;)
*

Nilson Barcelli disse...

A saudade chega quase sempre de mansinho.
Belo poema, gostei de ler. A fotografia também é óptima.

Também gostei do poema que me deixaste no teu último comentário. Foi improvisado na hora?

Bfs, beijinhos.

MANDALAS POEMAS disse...

Hola, por aqui deleitandome con el contenido de tu blog. Felicitaciones.
Te invito muy cordialmente a que visites el mio donde están consignados mis poemas.

www.mandalaspoemas.blogspot.com

Un abrazo desde Barranquilla, Colombia.

Víctor González Solano

Lu@r disse...

Admirei as palavras e as tuas imagens.

E num suave impulso
Deixei o meu sorriso

Beijo

rui disse...

Olá Cleo

A saudade não pede licença para entrar, entra de mansinho ou aos repelões, e pega-nos por dentro..., e magoa..., e muito...

Beijinho

serenidade disse...

Amiga,
a saudade chega sem pedir, aporta no nosso regaço e permanece até ao alvorecer, onde o Sol nos desperta para mais um dia repleto de azáfama mas que entre ela, há instantes em que ela quer fazer-se sentir...

A saudade é, também, positiva quando nos impele para procurar por quem temos saudades. Vá lá, vai...

Tens uma prendinha no meu cantinho para ti.
Serenos sorrisos

sveronica disse...

Pode ser...
A saudade as vezes vem mansinha e vai crescendo; outras vezes vem afoita e machuca!

beijinhos

Menina

Sha disse...

Não precisamos ver-lhe o rosto para a reconhecermos...

Bjinho
Sha

Mary disse...

A saudade chega sem pedir licença,
senta-se nos lugares de ninguem...
se chora ou não???
Só ela saberá dizer...
Quem sabe, parte de mansinho e nem precisa dizer adeus!
Voltará...

Tudo de bom
Bjs

happiness...moreorless disse...

A saudade aparece sempre sem darmos conta. Dá um aperto muito forte, mas faz-nos sentir tão vivos...

um beijinho
Gostei*

Paulo Afonso disse...

Beijo de Saudade

HumbertotheWizard disse...

Nitidamente que é a saudade, e que poderia mais ser, quando se senta no banco dos ausentes? A saudade será sempre uma lua, com uma face iluminada simbolizando o alimento da esperança e a renovação de um sentimento, que com a proximidade se podia sentir perdido. Tal como tudo na vida, há uma face negra e sombria, pois o que é exagerado faz mal, e naturalmente que a longividade de uma ausência, será tão crua e cortante como o desgosto da própria morte. Muitas felicidades para ti Impulsos.

Daniel Aladiah disse...

Querida Cleo
A saudade deve servir o tempo de transição entre aquilo que amamos e o que iremos amar fazer a seguir... belo poema!
Um beijo
Daniel

In Loko disse...

É amiga Cleo, a saudade é assim mesmo... aparece sem a chamar-mos... e toca-nos tanto!

Muito bom este poema menina...

Beijinhos grandes pra ti..

Manuela Fonseca disse...

Belo! Belíssimo, Cleo!

Beijinhos doces*

Secreta disse...

Com certeza que sim , chama-se saudade...
Beijito.

Jorge Bicho disse...

que bom ler-te e sentir esta poesia a brilhar
JB

Branca disse...

Se é a saudade, não sei...
Só tu nos poderás dizer, o sentimento é teu, és tu que o vês assim...
Mas, pela forma queo descreves, é um sentimento que está em constante mutação, embora tenha preferências...
Sim, esse parece idêntico à minha saudade, mas quem sabe...
Tu é que nos poderás dizer quem é...

Beijinhos e boa semana :)

João Cordeiro disse...

Simbiose perfeita...
Adorei


Beijinho sonhador

su disse...

A saudade veste a cor que vestia o passado...umas vezes passamos por ela nem damos conta; outras, vestimos essa cor para além da que vemos á nossa frente. Será talvez o nosso próprio reflexo?!

Beijinho grande.

Dias disse...

"Acaso te chamarás saudade"

E sorri... muito bonito.

Parabéns miuda, estás num periodo particularmente bom.

Beijo

suruka disse...

Acho que poderá ser a SAUDADE

se for ela, acabará por se manifestará no teu intimo.
Olha-a bem de frente.

bj saudoso