O grito mudo...


O silêncio
É o tudo
No deserto
De um tempo
Fora de tempo
Tardio...

O grito mudo
Que morreu
Antes de ter nascido...

Chegou-me
Num eco vazio...

Deus sabe
O quanto
Do tanto
Que da alma
Me escorreu...

Nem um som se ouviu...

Daquele grito
Que o silêncio
Escondeu...

Debaixo da capa
Que o abafou
Que o emudeceu...

19 impulsos:

Lívio disse...

Gritos interiores e lágrimas contidas, são ambos intensamente sentidos...

Bouquet disse...

Olá Cleo,
Pois que a tua voz nunca se torne uma voz calada!
Grita Sempre!
Podes gritar para mim:-)
Estarei SEMPRE pronta para te ouvir:-)

P.S-Este Mundo é tão pequeno! Espero que o que quer que tenhas lido não tenha sido mal lol
Mas olha mal ou bem o que interessa é que falem, que a voz nunca se cale, sinal que estamos vivos!
Quanto ao meu post gostaria que continuasses a espreitar e agradecia que o comentasses, à medida que vou mudando o mesmo post sobre o mesmo tema!
Obrigada,

um beijo e um bouquet

Paulo Afonso disse...

Olá Cleo
Deixo-te o meu grito de parabéns no silêncio deste beijo virtual.
Até já!

Obscuridade Translúcida disse...

Gritos mudos...

Poema muito forte, bem contruido...

Amei...

Dias disse...

Tu estás feita uma EXCELENTE escritora miuda.
Muitissimos parabéns.

Beijo

Bichinho disse...

Silencio mudo.

Beijo fantasma.

Filipe Oliveira disse...

Ignorância
Preconceito
Inveja
...
capas de silêncio que abafam os gritos... mesmo que os enterrem podem ser descobertos.
Bj

Sha disse...

Às vezes até a garganta dói, de tanto gritar em silêncio...

Beijinho
Sha

sveronica disse...

Tanto grito mudo...se pudessem ecoar e chegar ao destino...

beijinhos

Som do Silêncio disse...

Olá!

Mais um post delicioso!
Adorei!

Beijo Silencioso

Anónimo disse...

Esta muito lindo o teu blog amiga, aquela ideia de colocares as fotos fico louco, jinhos Silvia Raimundo

Daniele disse...

Minha tão querida amiga e poetisa Cleo, todas as vezes que entro no seu recanto, minha alma pulsa, aqui vejo uma poetisa completa, teus poemas são obras de arte, nesse momento diante do seu Grito Mudo, não existem palavras para descrever, mas sim o sentir que invade e fim!

beijos na sua alma,
da amiga e profunda admiradora
Dani

Sailing disse...

No silêncio das palavras,
Gestos, momentos, sonhos
Um mar de sentimentos...
Um mundo só nosso.
Mesmo que o grito não saia,
E a voz fique presa...
Liberta a tua alma,
Alcansa o céu...
E procura ser feliz.

Bjs
Sailing

SAM disse...

Tenho muitos que guardo...muitos que apesar de altos e profundos..ninguém escuta. As vezes me vêm a loucura de gritar, gritar, gritar...outros, guardados no silêncio mais profundo, ecoam alto, sem que os perceba, escorrem d'alma.


"Deus sabe
O quanto
Do tanto
Que da alma
Me escorreu..."

Belíssimo, Cleo!!! Emocionou-me.


Beijos ternos querida.

su disse...

Os gritos mudos muitas vezes são agentes mais poderosos do que aqueles que perturbam,aparentemente, a ordem natural do mundo exterior...

De uma tarde que esmorece cinzenta a uma noite que se escurece lenta e pesadamente entre as aspas da solidão...beijos em fio aqui da Teia.

Alexandre Reis disse...

O silêncio tanto é de ouro como mata.
A dose certa. A dose letal.
Fiquei mudo de emoção.
Beijoooo

su disse...

É verdade, acabei de adicionar um poema teu do Luso-Poemas que surgiu na Teia aos meus favoritos...contudo não consigo entrar no site deles, do Luso-Poemas...estranho! É verdade, leva o prémio do Schmooze lá da Teia para ti.

Mais Beijinhos em fio aqui da Teia.

suruka disse...

O grito mudo
por ser o mais SONANTE.

bj

Dark-me disse...

Neste preciso momento tb eu dou um desses gritos!!

Dark kiss