Tinta incolor ...

...
Já tantos escreveram sobre o amor

Que as palavras se desgastaram
E já não servem para mim...
Resta-me o desejo
De num simples e singelo escrito
Dizer-te o que se diz
Num belo poema de amor

E das palavras brotaram
Rios de sentimento
Que escrevo no pensamento
Com aquela tinta incolor
Que se extrai
Da saliva de um beijo
E dura um tempo sem fim...

29 impulsos:

Belzebu disse...

Bonito na simplicidade, até porque o amor sente-se, vive-se e nem sempre se encontram as palavras certas para o descrever!

Aquele abraço infernal!

Som do Silêncio disse...

Olá!

Gostei muito deste post.
De facto o amor não se define...apenas se sente!

Beijo Silencioso

Bouquet disse...

Bonito como escreveste!
O problema dessa tinta incolor é que mesmo incolor por vezes mancha tudo!
Um beijo e boa semana!

Diva disse...

Nao encontrei palavras...
Encontrei desejos...
Bjs meus

©õllyß®y disse...

Amor, que de tantas palavras, não conseguem defeni-lo, cada um sente igual e diferente...

Doce beijo

lurainbow disse...

O Sentimento...
O Amor não é apenas dizer é mostrar com atitudes , carinho e compreenção .
Não se vê sente-se como a FÉ :))
Lindo mesmo :)))
Beijinhos

Brain disse...

...Que fica, permanece,
Enquanto sinto o sabor do teu beijo,
E o calor da tua boca,
Por sobre o todo,
De Mim!

Impulsos, desculpa a veleidade.

Um beijo.

su disse...

Muitas vezes as próprias palavras deixam de ter o gosto do sentido e são as acções que trazem à boca os significados!

Belo poema, minha amiga.
De regresso...obrigado pela tua passagem lá pela Teia. Entretanto, ando a experimentar o outro lado da Teia (que poderá ser o definitivo) em:

http://teiadeariana.blogspot.com/

Beijinhos.

Paulo Afonso disse...

É com essa Tinta Incolor que nós sabemos pintar o sentimento... e ninguém vê, é com essa tinta que escrevemos o que nos vai na alma... e ninguém lê!

É a tinta que nos marca... e nos deixa presos numa qualquer armadilha do amor...

Beijo AR

VICIO disse...

tinta incolor mas que nem por isso deixa de ter um aroma hipnotizante e um sabor... viciante! :)

A. Jorge disse...

Excelente post. Magnífico poema!

Abraço

Jorge

http://vagabundices.wordpress.com/

Sha disse...

Uma tinta incolor que nos pinta na alma as cores do arco-íris...

Boa semana
Bjinho
Sha

Um Momento disse...

E que brotem muitas palavras sem fim
Pois gosto imenso de te ler
Beijo grande... em ti
(*)

Dias disse...

É complicado, muito, escrever o Amor...
Já tantos o narraram...

Adoro a ideia da "Tinta"

Beijo

suruka disse...

Belo texto aqui.

Porque as palavras estão gastas,
pinta-as com tinta da cor de um beijo.

Secreta disse...

As palavras desgastam-se , deixamos de saber como o expressar ... O melhor a fazer é seguir os nossos instintos.
Beijito.
P/s : esta música é simplesmente fantástica!

Fallen Angel disse...

A cor mais apropriada para descrever os nossos sentimentos é mesmo a incolor... ela transmite tudo.
Um grande beijinho

Lívio disse...

Disse o poeta:"Acabaram-se as palavras..."

Menina do Rio disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Menina do Rio disse...

As palavras são estímulos. Gosto do amor descrito em palavras que jorram feito carícias. Palavras exprimem desejos e sensações, aumentam os sentidos, desepertam a libido...

beijos

Plum disse...

Basta senti-lo!!!!Abraços!***

Daniel Aladiah disse...

Palavras lindas como tu... Concordo contigo, quando se escreve muito com a tinta invisível, não se sente tanto a necessidade de escrever com a visível.
Um beijo
Daniel

serenidade disse...

As telas que se pintam com a saliva do amor, são as mais valiosas e as mais magnificas.

Serenos sorrisos

nImpossiblePrince disse...

Belas palavras encontram-se sempre neste blog. Soam sempre a paixão, parabéns, continua a escrever.
Beijos.

João Cordeiro disse...

O amor tudo move




Beijinho sonhador

Daniele disse...

Minha doce amiga e poetisa dileta Cleo, se tu soubesses como me é importante o teu parecer, eu não tenho como lhe agradecer por estar sempre junto a mim comungando nos meus humildes versos.

Maravilhosa Poetisa, que me encanta a cada verso, a cada rima que brota nos entremeios que teces extraindo da saliva de um beijo...de um tempo sem fim...

beijos na sua alma,
da amiga e admiradora
Dani

In Loko disse...

Pois menina Cleo já muito se falou do Amor, mas olha nunca é demais voltar e voltar e voltar a falar do Amor e das paixões... e se for com tinta incolor roubada de beijos tanto melhor!

Beijinhos grandes

Branca disse...

É verdade, tantos são os rascunhos, os poemas, as escritas sobre o amor, tantas e todas diferentes, tantas e todas reais...
O amor reside na simplicidade mas é pessoal, é único para cada pessoa...
Assim, todas as escritas estão certas, não é?!

Adoro lê-las, divagar com elas, a tua não é uma excepção...
Gostei bastante :)

Beijinhos e boa semana :)

O Profeta disse...

Gosto da forma como pintas o amor, a tua saliva tem as cores de um beijo de pássaro...

Doce beijo