As marcas de um sorriso perdido...

Saíste de casa apressada
E nem deste pela sua falta...

Puseste o pé na rua

Ainda no escuro do dia...

A calçada estava molhada

Escorregadia...

Correste para o autocarro

Apinhado de gente de olhar vago...

Com um miúdo no colo

E outro pela mão

Agarraste-te ao varão

Não havia lugar...

Nem sei como te foste lembrar dele

Já tarde e sem tempo a perder!...

É...

O despertador tocou sem dó

Obrigando-te a saltar da cama
Foi logo ali
No recomeço da rotina

Esqueceste-te dele

E deves tê-lo deixado cair

Talvez na cama...
No quarto

Na cozinha

Ou na sala...

Quando chegaste à noite

Bem que o procuraste em todo o lado

Mas do teu sorriso

Nem um pequeno esboço encontraste!...

Quando foi mesmo que deste pela sua falta?
Terá sido hoje de manhã

Ou será que foi na semana passada?!

Ou na outra mais atrasada...

Quando foi a última vez que o usaste?

Não te lembras

Perdeste o sorriso... e nem deste por isso...

De tão atarefada que estavas

No trabalho

No supermercado

Na lida da casa...

A vida levou-te o sorriso

Sem aviso...

E tu... sem te aperceberes de nada!

25 impulsos:

Bouquet disse...

Por vezes a vida "rouba-nos" não só o sorriso, a convivência com a família, a rotina diária...rouba-nos tanto!
Mas é a luta pela sobrevivência nete corre-corre na vida temos que alargar o passo e cada vez mais! E por vezes quando damos conta já nos roubou mais qualquer coisa...só damos conta quando precisamos dela e não a temos!

Um beijo e um bouquet, e nunca percas o teu sorriso!

Daniel Aladiah disse...

Querida Cleo
E quando é só as tarefas do dia-à-dia... pois, em muitos caso, se juntam doenças, sofrimentos, solidões, ingratidão, etc.
Um beijo
Daniel

as velas ardem ate ao fim disse...

São tantos dias que o mesmo me acontece!Esqueço me de sorrir.

bjinhos

Secreta disse...

A vida rouba-nos o sorriso e nem damos conta ... um dia , qnd nos apercebemos e resolvemos procurá-lo , constatamos que é uma tarefa muito dificil , resgatá-lo.
Beijito.

Dias disse...

Ja todos um dia fomos demasiado tristes para hoje nos esquecermos de sorrir!

É uma obrigação imposta pela beleza do que nos rodeia, como as tuas palavras, revoltas, provocadoras, magoadas, mas de tão belas, sorriso fazem a amargura com que quase concordo contigo.

Bom post

Beijo

Plum disse...

Temos de tentar preservar o sorriso a todo o custo...é difícil...mas sem ele é pior!***

Lívio disse...

Ele há dias ... em que sorrir nos esquecemos...principalmente com uma vida como essa...

Rosa Maria Anselmo disse...

Olá Cleo
Vim visitar-te e fiquei encantada com o te espaço.
O sorriso perde-se tao fácimente... mas acredita está mesmo lá .. no teu rosto, sempre, é só fazê-lo aparecer.
beijnhos
aproveito para te convidar a visitar o meu blog. aqui fica o endereço:
http://ocantodarosa.blogspot.com/

vou adicionar o te blog posso?
jinhos
Rosamaria

littledragonblue disse...

Mesmo nas piores condições ou situações, nunca devemos deixar perder o sorriso, pois o sorriso é muitas vezes a chave de uma porta que nos pode trazer algumas surpresas agradáveis.
Gostei muito do texto. Um beijinho e espero que esteja tudo bem contigo.

Daniele disse...

Querida Cleo, por muitas vezes perdemos o sorriso, a fé, a magia, o encanto...sem perceber. Mas há um momento em que sorrisos mágicos, impregnados por encanto me assolam, quando adentro ao teu recanto e me enredo na sua fina prosa, que alimenta a alma!

beijos,

SAM disse...

Lindo texto sobre o nosso universo, querida Cleo. O quotidiano nos rouba sorrisos. É ladrão cotumaz. Por vezes nem lembramos se durante o dia ou semanas sorrimos ou não. Mas não é o certo e precisamos estar alertas.

Um enorme beijo.

Som do Silêncio disse...

Olá!

Quantas, mas quantas vezes isso me acontece, e só dou pela falta dele quando quem me rodeia sente a falta também.
Nem é propositado...mas por vezes acontece.
Felizmente sei onde o deixo, e rapidamente vou buscá-lo :) para me sentir melhor.
É...um sorriso realmente vale por mil palavras, e é mesmo...

Beijo Silencioso com um Sorriso

su disse...

FABULOSO! FABULOSO! FABULOSO! FABULOSO! Tristemente lindo, nostálgico...mas FABULOSO. Então com a moldura deste sorriso. Toca mesmo na alma, minha amiga.

Foste a primeira a aparecer lá pelo Reflexo do Espectro, o cantinho meu e do Taliesin. :) Engraçado...uma alma sensível que tu tens. Bem bonita! :) Bem-vinda à nossa humilde casa. :))

Jorge Bicho disse...

adorei mais este manjar que nos serves tão bem.
um beijo
JB

Belzebu disse...

E é quando a vida nos leva o sorriso, assim sem dar-mos conta, que convém parar um pouco e reequacionar as prioridades! Porque viver sem sorrir é morrer um pouco!

Aquele abraço infernal!

Rui Caetano disse...

O sorriso que temos nos lábios pode adormecer, mas não nos deixemos vencer pelas partidas da vida. Vamos todos erguer os nossos sorrisos contra as diabruras da vida.

Bia disse...

Gosto sempre de te ler, mas hoje arrasaste comigo, o texto ou poema como lhe queiras chamar é o dia a dia da maior parte de nós Mulheres ou Homens, fizeste-me lembrar do sorriso que eu não quero perder na corrida desenfreada que é esta vida.
Parabéns :)
Um bom fim de semana

Luz&Amor disse...

Perdestes o sorriso...e nem destes por isso.

Muito lindo.
Passando pra te deixar um beijo.
Bjs

Vlad disse...

Surpreendente, desconcertante, agitador e muito bem escrito.
Deixo aqui um sorriso antes de o perder ;)

Filipe Oliveira disse...

Caminhos passados
Caminhos repetidos
Caminhos sonhados

Ilusões
Fuga

mas belo

bjs

Um Momento disse...

E um sorriso num dia ee foi
Mas num sorrir um dia nos encontramos
Falta saber é quando...
Pois apenas nós teremos de saber onde o deixamos...
Para o lá ir procurar..
Pior é mesmo quando não o queremos enconrar...

Deixo-te um beijo
Soprado num sorrir
E que o teu fim de semana seja Maravilhoso

(*)

rui disse...

Olá Cleo

Empemhados a viver na voracidade do dia a dia, perdemos ou esquecemo-nos de pequenos pormenores importantes na nossa vida.

Beijinho

©õllyß®y disse...

É o dia a dia, de cada um de nós, nas tareas diarias...

Que o sorriso volte a teus lábios

Doce beijo

Carla Costeira disse...

Olá amiga Cleo!
Este teu poema fascinou-me de tão belo que é!
Retrata bem a situação de várias mães e donas de casa, que nem têm tempo para sorrir, ou não têm grandes motivos para tal!
ADOREI!
Assim como adorei a música do vídeo que colocaste acima, é uma das músicas que adoro!
Obrigada pelo momento!
Beijinhos e bom fim-de-semana! :)

Manuela Fonseca disse...

Sempre adorei este teu poema!

O teu blog é lindo, Cleo e a tua poesia fascina-me!

Beijos no teu coração lindo*