Serão desejos roubados?


...
Existem grades douradas
No castelo dos meus sonhos
Não se vêem...
Estão escondidas na torre
Virada para sul...
Naquela que fica
Mesmo ao lado daquela outra
A da fantasia...
Sentinelas armadas
Fazem turnos
Tomam conta...
Escondem desejos
Desejos aprisionados
Condenados...
Na prisão da consciência
Ainda não sei o porquê
De tamanha penitência
Para tão leves pecados...
Rejeito a culpa
Não a quero
Nem me serviria de nada...

23 impulsos:

VICIO disse...

A culpa... inimiga de morte do orgulho, poucos a assumem! Normalmente quem não se esconde e nem precisa de o fazer a nada!
A penitencia... depende do valor que damos a quem julga!

Obscuridade Translúcida disse...

Os sonhos não têm barreiras, nós é que as criamos...

Adorei o poema.

Diva disse...

para que a culpa? Quando p a alma o que vale e apenas o pecado?
Bjs meus

Bouquet disse...

Se o pecado é pequeno" mora o lado"
Deixa a culpa...Alguém fará justiça!
Um beijo sem culpa e um bouquet cheio de justiça para ti!

E Roi essa maçã vermelha...o pecado mora ao lado:-)

Passa no meio das grades douradas...

Som do Silêncio disse...

Boa noite, simpática!

Amei o texto!
Mesmo!
Obrigada por este excelente momento que me ofereceste :)

Beijo Silencioso

Daniel Aladiah disse...

Querida Cleo
Não há culpas... só desencontros.
Um beijo
Daniel

In Loko disse...

Culpa de alguns pecadinhos Cleo, nem penses, e quem é o Juíz? E sonhar minha amiga é ter horizontes vastos para viver... aqui não existem grilhetas nem barras, nem limites... é sonhar vivendo e prontus!!!

Beijinho grande...

Menina do Rio disse...

Por quê aprisonarmos os desejos se podemos deixa-los voar ao sabor dos sonhos...sem culpas, nem penitencias.

Cleo, a gente se perde bebendo tuas palavras, tão intensas!

Beijinhos

Lívio disse...

A culpa são os outros que a vêm e ninguém poderá culpar ninguém por sonhar! Nem viver!

Ana S. disse...

Nunca deixes de sonhar ou fantasiar porque as grades que te aprisionam podem ser ultrapassadas.
Beijos

benechaves disse...

Fico muito grato com sua presença lá n'o apanhador. E sonhar sempre é preciso, não? Devanear sobre a nossa existência e por que não acalentar desejos procurados?

Um beijo em devaneio...

Mustafa Şenalp disse...

Your blog is very nice:)

Um Momento disse...

Retira as grades...
Deixa o castelo
Corre para o jardim
sorri sem fim
Vive o sonho
Fantasia na realidade
Vive a vida
Não vá ela tornar-se... saudade


Beijo ... em ti
(*)

Dias disse...

É a atitude, a facilidade de reacção, a força constante com que suplantas adversidades, é este carater que me cativa na tua personagem.

A som? Fixe...

O verbo? Muy bom.

Beijo

Papoila disse...

As grades não conseguem prender-te o sentimento e sensibilidade por mais douradas...
Belo!
Beijo

as velas ardem ate ao fim disse...

Não me parece!

bjinhos e boa semana

suruka disse...

Como te entendo bem.

Desamarra-te, pinta as grades de vermelho e entrega-te.

( na imagem tens uma maçã linda, mas deixa que te fale a verdade. Eu ocupava-me dos seios, e não morreria de fome ).

bjs

Secreta disse...

As grades douradas ...
A culpa ...
Liberta-te de tudo que te prenda.
Beijito.

Vera disse...

A culpa... de que nos serve? E culpa de viver?? Tentar ser feliz?

Sempre maravilhosa Cleo!

Beijo grande

su disse...

As culpas são realmente pesos pesados que não deviam ficar ali ao lado...mas por outro lado qualquer do qual nos esquecêssemos!
As grades fechadas para elas e abertas apenas para os sonhos.

O mural na Teia está sempre aberto, amiga! ;)
Já tinha recolhido esta foto que tens neste post. É espectacular.

beijinhos grandes.

SAM disse...

Bom dia querida Cleo!

Gostoso demais estar aqui...

Culpa... dificil lidar com isso. Tantas vezes nos culpamos por algo que apenas foi criado em nossa imaginação! E somos tão injustos conosco...estou aprendendo com a maturidade que tudo é soma...não nos serve a culpa quando desfrutamos da beleza dos desejos. Deixar velhos "ranços" para trás é mais saudável.


* Fui no Profeta!!! Maravilha.. me envolvi num encantamento rsrs que não consegui analisar de forma racional o que me disse... mas igualmente senti, como ´você, a mesma sensação do Alquimista! Obrigada querida!!!


Peço desculpas tb por estar um tanto desatenta na frequência aos amigos... não estou administrando bem o meu tempo..mas amo vcs!

Bia disse...

Já te li várias vezes, mas desta fiquei parada e li pela segunda vez... "altamente" adorei os desejos roubados... mas ás vezes são mesmos nossos...
beijo meu

Sha disse...

Obrigada pela visita e pelas palavras (desculpa agradecer assim, num post pouco recente).

Sabes guardar um segredo?
Claro que sabes.

Descobriste para onde me mudei. Por razões que não vale a pena descriminar (mas que para mim são, obviamente, fortes e válidas), precisei abandonar o antigo perfil (mais precisamente o endereço do Gmail que utilizava), fazendo crer que me retirava da blogosfera - e não dando a entender que era apenas uma mudança.

Esta nova casa não é um local privado nem secreto. Mas gostaria, tanto quanto possível, que permanecesse no "anonimato". Por isso e se me é permitido, faço um pedido: por favor, não indiques caminhos até ao meu novo perfil e blog (seja por links, desafios, nomeações ou simples referências). Pode ser?
Quem por acaso me encontrar, que seja por isso mesmo: por acaso.

E tu, que me descobriste, entra sempre que te apetecer!! E comenta!
És muito bem vinda!!!

Posso pedir só mais um favor?
P.f. elimina este comentário (entendes... não é?)

Obrigada e um bjinho.
Sha