Amanheci desnuda de mim
Procurei no lado avesso do espelho
Mas não me encontrei...

Mergulhei os pensamentos
Na água fria que me traiu
Escaldando-me a mente...

Não me maquilhei
O rosto não era o meu
A máscara transparente serviu...

Estranhamente
Não senti fome...

Elevei-me
Sem o querer...

Do alto do tecto
Observei-me deitada
Na mesma cama em que adormeci
Será que morri?
Só então percebi...

Sem mágoa
Saí daquele quarto
Assim...
Descalça e despenteada...

32 impulsos:

ZeManel disse...

Lindo!!!
Como sempre, o som (e a letra), a imagem e, claro está, a tua escrita fascinante.
Voltarei para comentar.
Bjs

Só Eu disse...

Fundo, muito bem estruturado, com muita alma e, acima de tudo, muito sentido. Belissimo poema.
Parabens.

Vanda Paz disse...

um poema cheio de significado e imagens, adoro ler-te

beijos

Secreta disse...

"Será que morri?" Será que não morremos todos , de quando em vez ? ... E mais tarde voltamos à vida , com mais força , mais alento.
Beijito.

Rafael Heitor disse...

Parabéns, boas escritas! Os anjos não precisam de ter asas para "voar".

DelfimPeixoto disse...

POESIA!!!!!!!!

Vício disse...

bem podes dizer estranhamente!
eu também acho estranho!

Nilson Barcelli disse...

Bela música, mas as tuas palavras não ficam atrás...

Beijinhos.

ZeManel disse...

Voltei Cleo (o que é prometido é devido!).
Ler-te é como saborear uma pintura, daquelas que necessita de ser vista, revista e voltar a ser vista, ora mais longe ora mais perto, para que finalmente possa ser (quase) integralmente entendida.
Ao lermos-te, numa primeira iteração retiramos um sentido, numa segunda extrapolamos um outro e assim sucessivamente, até que finalmente estabilizamos no entendimento do significado das tuas palavras… É nesta altura que, após termos tomado os aperitivos (primeira leituras…), saboreamos "o manjar dos deuses".
Bjss

o¤° SORRISO °¤o disse...

Oi Impulsos. Linda poesia, profunda e fascinante. "Será que morri?" Ou será que agora acordamos verdadeiramente para a vida?

Bom final de semana!

Beijos mil! :-)

Rafael Heitor disse...

espero pertencer ao seu grupo de "amigos".voçê já pertence.
obrigado

Por entre o luar disse...

Ás vezes sabe bem.. sair assim do quarto..

Beijinhos e sorrisinhos*

Um Momento disse...

Simplesmente... Belo!...
Adormeci sob um véu de plumas acordei sob nuvens acolchoadas...

Parabéns!

(*)

Desnuda disse...

Queria Cleo, lindos versos e linda música. Seu estilo é marcante. Seu blog tem sabor de quero mais. Amo estar aqui!


Ótimo fim de semana. Bjs

salome disse...

...._.;_“.-._
...{`--..-.“_,}
.{;..\,__...-“/}
.{..“-`.._;..-“;
....`“--.._..-“
........,--\\..,-“-.
........`-..\(..“-...\
...............\.;---,/
..........,-““-;\
......../....-“.)..\
........\,---“`...\\
....._.;_“.-._ COM CARINHO

Beijinho

Lyra disse...

Peço desculpa pela minha ausência...mas às vezes a vida dá voltas inesperadas e o chão parece que nos foge... Torna-se necessário “recolhermo-nos” um pouco, fugir do mundo e fazer uma introspecção profunda. É isso que tenho feito e por isso não te tenho vindo visitar...

A verdade é que me sinto no meio das trevas, onde sorrio à vida, como se conhecesse a fórmula mágica que transforma o mal e a tristeza em claridade e em felicidade. Então, procuro uma razão para esta alegria, não a acho e não posso deixar de rir de mim mesma. Creio que a própria vida é o único segredo...

Quando estiver mais...animada...voltarei aqui...

Beijinhos e desculpa

su disse...

Muitas vezes saimos assim meio incompletos, com a sensação de que se deixa alguma coisa de nós mesmos para trás...a alma meio que incompleta e deitada olhando o nosso percurso do passado...

...um rasto até ao presente...

Vera disse...

Cleo, este poema está divino, por tudo o que transmite, pelas imagens que visualizamos ao lê-lo.
Parabéns linda :)

Beijo grande

o¤° SORRISO °¤o disse...

Oi Impulsos. Apenas passando para desejar um Domingo muito alegre.

Beijos mil! :-)

Black Rose disse...

Live today like ther ins't tomorrow...

suruka disse...

Deixas-nos aqui uma imagem escrita
de alguem que se eleva, tendo assim a possibilidade de se auto-admirar lá do alto.

É sempre bom voltar cá querida
impulsos.
bj

Som do Silêncio disse...

Tudo tão bonito...
Tudo!

Beijo terno

Sonho & Sedução disse...

Não sei o que é mais belo... a música ou a poesia...
Lindo... Amei os dois...

BEIJO COM CARINHO

Menina do Rio disse...

Por vezes não somos nós em nós; estranhamente.

Um beijo, Cleo

Oliver Pickwick disse...

Magnífico enredo, poema intrigante e original. É como se fosse um filme de M. Night Shyamalan, só que, com poesia.
Um beijo!

P.S.: Estou de volta depois de uma maratona intensa de trabalho e de sucessivas viagens. Desculpe a ausência temporária.

Soraia Barbosa disse...

Oi!
Bom dia!

Adorei o seu blog, amei seus poemas, todos muitos lindos!
Ficarei vindo aqui sempre!

Abraços
Até logo!

☆ tenshicris ☆ disse...

Linda estive ausente durante uns tempinhos e perdi o acompanhamento ao teu blog mas continua lindo lindo cheio de linda poesia...

Adorei este poema assim como a imagem...

Beijinhos boa semana

SAM disse...

Querida Cleo

Retornei de viagem saudosa. É sempre um prazer ler suas belas poesias.

Grande beijo

Dias disse...

Tu, descalça e despenteada, dentro ou fora de ti, viva ou morta, és Arte plasmada no meu monitor, e garantia de riqueza no meu ser.

És incrivel Cleo!! Muitissimos parabéns.

Beijo imenso

*

Papoila disse...

Querida Cleo:
Sem mais palavras...Sublime!
Beijos

O mar me encanta completamente... disse...

Que Poetar encantado!
Romântico, suave e deleitante...
Seu cantinho é muito aconchegante e gostoso te ler
Parabéns.
Se me permitir continuarei te lendo.
Meu carinho.

Diana Borges disse...

Que deslumbrante!

Enacantada com as "poemas" de sua autoria.