Se eu soubesse que gostavas, escrevia-te um poema...
Despir-me-ia de preconceitos e ousaria mostrar-me nua, para deleite dos teus olhos. Procuraria as palavras certas, as mais doces e belas que encontrasse e vestir-me-ia com elas, sob a forma de um fino véu, onde sobressaísse o rendilhado dos meus sentimentos. Teria pano de sobra, onde pregaria botões de anseios e flores de desejos…

Numa fita de seda azul, bordaria um punhado de beijos, que te ofereceria à chegada e à despedida.
Se eu soubesse que gostavas, inventava uma poesia...
Esperaria que o sol se escondesse e visitar-te-ia de noite, com a cumplicidade da lua...


..............................................................................


Meus amigos, no dia 21 pelas 16h, esta menina irá estar na livraria Bulhosa, em Lisboa (Campo Grande), para nos dar a conhecer o seu novo livro Sinais Do Silêncio.



27 impulsos:

Rui Caetano disse...

ESte post é muito, muito bonito. Adorei. Um bom fim de semana.

o¤° SORRISO °¤o disse...

Oi Impulsos. Se eu soubesse... não deixaria para amanhã as visitas sob a luz da lua.
Lindo poema!!

Que seu Domingo seja de muito amor.

Beijos mil! :-)

PS.: Adoro seus Impulsos Musicais.

Só Eu disse...

A lua, minha companheira de noites mal acordadas, já é minha cumplice ha muito tempo.
Podes vir visitar-me que o sol já fugiu da lua. Inventa uma poesia porque eu gosto.

Belissimo texto.
Parabens

João Videira Santos disse...

"...Numa fita de seda azul, bordaria um punhado de beijos, que te ofereceria à chegada e à despedida..." - Simples e bonito. Gostei. estou de regresso. Agradeço sua visita.

Vício disse...

as palavras certas quando tem razão de existir nem precisam de ser trabalhadas!
a beleza delas é sentida por quem as recebe...

Cila & Di disse...

Lindissimo como sempre!!!
Beijo doce

ZeManel disse...

Quem não gostaria Cleo de receber de presente um poema lindo como sãos os teus?
Se calhar quem tu gostarias que gostasse … não gosta (?). Se assim for, esta será apenas uma evidência de que a vida é (também) feita de desencontros!
Muito lindo … “Procuraria as palavras certas, as mais doces e belas que encontrasse e vestir-me-ia com elas, sob a forma de um fino véu, onde sobressaísse o rendilhado dos meus sentimentos.”
Bjss

Secreta disse...

Que belo , que fantástico!
Se tu soubesses ... o quanto encantas com as tuas palavras :)
Beijito.

tempoparaamar disse...

E que bela poesia aqui escrita na cumplicidade da lua.Beijinho Cleo.Salomé

Soraia Barbosa disse...

Que belo poema!

É sempre muito bom retornar aqui e ler poemas super lindos!

Abraços

Sandrine disse...

gostei mt do teu cantinho.. espero poder voltar! beijinho

Menina do Rio disse...

Bom poder inventar e reinventar, assim como vivermos nossos anseios!

um beijo de boa semana pra ti, Cleo

Dias disse...

A Rainha vai nua, e que linda vai, e quão bela se nos narra, e que bem a ritmam os outros, e como gosto de te visitar miuda...

Fita de seda azul bordada para ti.

Francieli Rebelatto disse...

E como não há de gostar, vai lá....Te despe de ti mesmo e vive, assopra de leve o calcanhar inerte....

Beijos

Jorge Cardoso disse...

[Numa fita de seda azul, bordaria um punhado de beijos, que te ofereceria à chegada e à despedida.
Se eu soubesse que gostavas, inventava uma poesia...

belo momento, no entrelaçado das linhas por onde passa um punhado de beijos ornados inventaste a fina agulha que bordou poesia...

beijos...
vou linkar

as velas ardem ate ao fim disse...

um bjinho de Lua

Rosa Maria Anselmo disse...

Querida Amiga Lurdes

No próximo dia 21 de Junho, pelas 16 horas estarei na Livraria Bulhosa Entrecampos, em Lisboa, para apresentar o meu Livro " Sinais do Silêncio".

Terei o maior prazer em te ter a meu lado nesse dia.

beijinhos
Rosa Maria Anselmo

DelfimPeixoto disse...

Lindo, simplesmente

FM disse...

Beijos com Carinho... e Essências.

Azul disse...

Impulosos!!

Que dizer?! Mais um... como tantos teus. Fantásticos!!!!

Eu arriscava!!! E escrevia um poema, inventava uma poesia :)

Beijinho
Azul

SAM disse...

E quem não gostaria de um sentimento assim! Belíssima poesia que emociona e toca como seda, o azul das paredes do coração.


Beijos com carinho

segredo disse...

A lua tem encantos dai o nome do meu blog;)
A poesia tb encanta assim como o teu blogue
Adorei

Lyra disse...

Eu tenho a certeza de que ele gosta! Não tem outra opção perante estas palavras tão...doces...

Beijinhos e até breve.

;O)

Nadja disse...

Lindo!Adorei esta parte:''vestir-me-ia com elas, sob a forma de um fino véu, onde sobressaísse o rendilhado dos meus sentimentos...'' bjossss

In Loko disse...

Querida amiga Cleo, este teu texto cheio de sentires e palpitações de ti está lindíssimo! Cada vez que aqui venho a tua escrita é mais transparente, cada vez mais fonte dentro de ti... e minha amiga, sim, eu quero que me escrevas um poema, fico aguardando :)...
Escreves lindamente... e que pena tenho em estar no Porto e não poder ir à Livraria Bulhosa ver o lançamento de "Sinais do Silêncio"!

Beijinho grande Cleo

☆ tenshicris ☆ disse...

Nao depropositadamente mas um tempinho sem vir por aki e agora levar uma lufadinha de novidades tao boas e confortantes sabe tao bem :) esta Lindo Lindo Lindo!

Bom fds e beijinhos linda

O Profeta disse...

E este Sol impõe a claridade
Pôs no celeste a Lua a bocejar
Perdi a conta das estrelas no céu
Ergui-me em bicos para as contar


Voa comigo sobre as emoções


Mágico beijo