A vida é feita de muitas coisas... Coisas simples e pequenas ou grandes e complicadas, com que nos vamos deparando ao longo dos caminhos que escolhemos e que vamos desbravando a cada novo dia que nasce. Umas vezes tropeçando e caindo, espalhando-nos ao comprido... outras, seguindo em frente, sem dar tréguas ao equilíbrio, aguentando até as maiores tempestades, usando uma força vinda das profundezas do nosso ser, até então desconhecida... avançamos então, mais confiantes e sem medo, descobrindo-nos a nós mesmos. E assim nos vamos passeando pela vida ao sabor do destino, enfrentando todos os obstáculos que nos vão aparecendo pelo caminho que escolhemos naquela encruzilhada sem placas... colhendo os frutos doces ou amargos, vivendo ou sobrevivendo, umas vezes sabendo o terreno que pisamos, outras vezes deixando-nos apanhar pelas areias movediças que se escondem por baixo da folhagem solta. O destino... somos nós que o fazemos em parte, muitas vezes, ousando até, desafiar os nossos limites! Ou então... deixando-nos desfalecer, sem mais forças que cheguem para vencer... rendidos ao cansaço. Está em cada um de nós, saber escolher os caminhos certos, que farão a diferença entre os vários destinos que nos espreitam e nos esperam nas encruzilhadas. Eu, tive a felicidade de ter encontrado o caminho certo, que espero, me leve sem mais sobressaltos, como aconteceu no passado. E porque me sinto tranquila e feliz, quero partilhar com todos vós, um pouquinho mais de mim. Porquê?



**********************************

Meus amigos, sei que estou em falta com a maioria de vós, mas de momento não me é possível retribuir todo o carinho que me têm demonstrado através das vossas mensagens na caixinha dos comentários. Assim que tiver um pouquinho mais de disponibilidade, visitar-vos-hei com muito prazer. Acho que vos devia esta atenção...



41 impulsos:

Anónimo disse...

Bem-vinda a casa, amiga! Prometeste e cumpriste: chegaste bem no início do mês de Setembro e, pelo que acabei de ler, com as baterias bem carregadinhas...
Força na(s) caneta(s), amiga, toca a escrever!

Manuela Fonseca disse...

Eu conheço-te tão bem...sinto o cheiro das tuas palavras e aprendo a escrever coisas melhores...

Um beijinho, querida amiga***

Daniel Aladiah disse...

Querida Cleo
Fico feliz por percorreres um caminho que te faz feliz...
Perdoa o piropo, mas vejo que tens olhos de gata :)
Go ahead!
Um beijo
Daniel

Ana S. disse...

Que giro! Foi bom ver a tua entrevista para saber mais de ti. Sempre achei a Cleo muito misteriosa eheheh
Nada como umas boas férias para voltar com mais genica!
Beijinhos

Sandra disse...

:))

Pq n me surpreendo?? pq só podes merecer né :))

mui força e felicidades pa tu :))

xinhinhus

tempoparaamar disse...

Obrigada Cleo por mais um pouco de ti.Beijoooo
Salomé

Vício disse...

é bom fazer parte do teu presente! :)
eu também encontrei um caminho que me deixa feliz!

(a musica é linda! vamos montar um cavalo selvagem? :P)

Por entre o luar disse...

:) saudadinhas de textos assim=)

Beijinhos*sorrisO*

Papoila disse...

Querida Cléo:
É tal a luz da tua alma que sempre me pareceu conhecer-te. Foi bom saber alguns pormenores por ti mesma.
Grande Beijo

littledragonblue disse...

Interesante e real descrição sobre o percurso básico da vida. Acho que todos nós vemos um pouco de cada ppalavra tua nas nossas vidas.
Um beijinho meu e votos de uma boa semana

Carvalhal-Miúdo disse...

É entusiasmante!...
Grato pelas suas palavras e gratíssimo pelo seu texto, após férias. É belo o que escreve, e bela é a forma como utiliza as palavras, que por sua vez se transformam em sonhadoras, mas reais, frases de sentido belíssimo.
Vou ser um visitante assíduo deste local, não tenha dúvidas...
Força, continue a fazer uma demonstração de hino à vida e a facultar-nos esta panóplia de sentimentos e pensamentos.
Muito, muito obrigado.
Melhores cumprimentos...
António M.R.Martins

Do Jeito Que Eu Sou disse...

texto maduro, forte...essencial a uma grande mulher.
grande bju e um otimo começo de semana

Oliver Pickwick disse...

Um chamado para o poder. O poder do equilíbrio; do reconhecimento de erros; da ufania do acerto; sobretudo da consciência de ser feliz e, compartilhar.
É uma prazer "reencontrá-la" em momento tão harmonioso.
Um beijo!

Pelos caminhos da vida. disse...

Que bom que vc voltou a postar...

Lindo, lindo, lindo...


beijooo.

Anónimo disse...

BLOG VOZ DO GOULINHO parabens pela belissima escrita dá gosto ler vou ser seu leitor.

SAM disse...

Querida Cleo


escreveu tão bonito! Como sempre... Feliz com seu retorno, com a sua partilha e confiança. Um carinho para os que já te admiram.


Grande abraço e um delicado beijo.

ZeManel disse...

Olá Cleo
Fico feliz por te ver tranquila e feliz.
É certo que eu sou um dos que, pura e simplesmente, não te conhece.:((
Também é certo que eu sou um dos que te admira ler, ver e ouvir.
Ler as tuas lindas palavras, ver-te nas imagens que partilhas, ouvir-te através dos sons que fazes emitir de um modo absolutamente contextualizado.:))
Bjs

ZeManel disse...

Cleo
Acabei de estar no Luso-Poemas... Muitos parabéns pelo reconhecimento que, estou convicto, tão justamente te foi atribuído.
Bjs

suruka disse...

Olá amiguinha

Grandes pistas para reflexão.

obrigado.

bj

Manu Almeida disse...

Tua Felicidade é tão profunda... Tão diferente do que vivo... és vencedora por alcançá-la é mérito teu... Conseguistes pq lutastes e a sorte sorriu pra ti! É Bom... É muito Bom saber que ainda existe felicidade, é como "uma luz no fim do túnel!"

BjOs sin ceros!

Manu!!!

Sandra Daniela disse...

Olá!!! desejo-te sinceramente que essa feliccidade e tranquilidade se prolongue!!!E que esse caminho que percorres tenha sempre muitos raios de sol111 Um beijinho grande!

Baraújo disse...

que grande musica.

depois de umas ferias... aqui surge mais um grande texto. parabens.

e partilhar... não é tao bom???

beijo terno

Paradoxos disse...

grande - em partilha - teu beijão

Eduardo

Nilson Barcelli disse...

Pois, não tens tempo porque andas toda babada com o destaque que te deram no luso-poemas...
Foi inteiramente merecida a entrevista.
Fiquei a conhecer-te um bocadinho melhor.
Não muito, porque já te conheço de gingeira... eheheh...

Beijinhos.

segredo disse...

O destino que está traçado mas o qual está nas nossas mãos percorrer, para mim nascemos com varios destinos que vamos escolhendo ao longo da vida!
Linda musica
Beijo

Sandra Daniela disse...

Olá, Cléo!!!
Acabei de ler a tua entrevista no "Luso-Poemas" e confirmei que muitas das vezes quando lemos um texto ou um poema tiramos as nossas ilacçoes conforme as nossas viências! E confesso que não me lembrava de ler o teu poema "As cores do arco iris" e fiquei emocionada! Tinha 15 anos quando gradualmente fui perdendo a visão... e o medo de perder a visão, junto com a audição, eram tão presentes e roíam-me por dentro!! Mas na hora em que as cores voltaram a fazer parte do meu-dia-dia... foi como renscer!
Ler o teu poema fez-me recordar esses tempos, e sentir-me grata por poder ver as cores do arco-iris!!
:-)

P.S. Lembro-me de um dia ter pegado numa lupa que utilzava para poder ver melhor, e ter escrito um texto, ainda hoje o guardo.

Sandra Daniela disse...

Olá, Cléo!!!
Acabei de ler a tua entrevista no "Luso-Poemas" e confirmei que muitas das vezes quando lemos um texto ou um poema tiramos as nossas ilacçoes conforme as nossas viências! E confesso que não me lembrava de ler o teu poema "As cores do arco iris" e fiquei emocionada! Tinha 15 anos quando gradualmente fui perdendo a visão... e o medo de perder a visão, junto com a audição, eram tão presentes e roíam-me por dentro!! Mas na hora em que as cores voltaram a fazer parte do meu-dia-dia... foi como renscer!
Ler o teu poema fez-me recordar esses tempos, e sentir-me grata por poder ver as cores do arco-iris!!
:-)

P.S. Lembro-me de um dia ter pegado numa lupa que utilzava para poder ver melhor, e ter escrito um texto, ainda hoje o guardo.

ImpossiblePrince disse...

Gostei de te conhecer um pouco mais. Tenho lido os teus poemas e gosto bastante, daí a minha presença constante sempre que me é permitido. Beijos e continua a escrever. ;)

O AMOR DE DEUS TEM VÁRIAS TRILHAS disse...

Amiga adorei seu blog SHOW DE BOLA.
Sou flamenguista e adoro os ROLLING STONES...não sei se você sabe apesar que o M. JAGGER e K. RICHARDS PAREÇAM DOIDÕES eles sempre pegaram a união de valores entre os seres humanos, tanto é verdade que o conjunto atravessou décadas sempres juntos...adoro desde minha infância diria MAIS acho que foi a primeira música que cantei em inglês foram deles...parabéns...nota 1000 seu blog.
A paz de cristo,

o¤° SORRISO °¤o disse...

Oi Impulsos. Escolher o caminho certo nem sempre acontece. O que muitas vezes devemos fazer é deixar a vida nos levar. E aí, quem sabe...!!!??!!

¬§¬§¬§¬§¬§¬§¬§¬§¬§¬

"Não fugirei para ilhas nem serei raptado por serafins.
O tempo é a minha matéria,
o tempo presente, os homens presentes,
a vida presente."
Carlos Drummond de Andrade



Bom fim de semana.

Beijos mil! :-)

Cadinho RoCo disse...

Dividir é sempre bom.
Cadinho RoCo

Shadow disse...

:)
É bom ler-te
É bom estar aqui
É bom tudo o que escreves
É bom o que me fazes sentir ao ler-te

Bjs,
Shadow

daniel disse...

Impulsos

Li e atentei na tua escrita, reflexiva. Da facto tinha estranahado a ausência. Como sou do género optmista, pensei que as ferias se tinham prolongado.
Não terá sido isso, pelo que desjo ver-te em breve a conviver aqui.
Beijos
Daniel

Vera disse...

Tu és grandiosa!

Beijo grande

Desnuda disse...

Querida amiga,

lindas e doces palavras foi a que deixaste no meu cantinho. Palavras que revelam um grandioso coração. Obrigada. Que a felicidade seja sempre sua companheira!

Grande e afetuoso abraço e um beijo carinhoso.

Dias disse...

MAGABILHA Cleo, muitissimos parabéns!!

(agora tenho de me gabar:) eu sempre te coloquei num qualquer topo, para mim não é nenhuma surpresa :)

Novamente: muitissimos parabéns miuda, tu mereces, este e muitos mais!

Abraço orgulhosicimo de tu

NAELA disse...

Interessante post, a vida é um aprendizado!
Cabe a nos tirar proveito de cada etapa da vida...
Beijo doce

Trapezista disse...

Deixo um sorriso :)

Beijinho meu!
Trapezista

Beatriz disse...

Muitas vezes se faz necessário visitar o passado, abrir baús, para que tudo aquilo que conquistamos ao longo dos caminhos possa ser devidamente avaliado. A memória se torna mágica quando dela precisamos para nos apontar caminhos e nortear ações. Um post mui precioso, que nos transmite preciosas lições.

Deixo-te meu carinho numa pétala de mimosa flor do campo.

Vieira Calado disse...

Passei para ler e agradecer a sua visita.
Bem haja

Eliane disse...

Lindo o seu blog.Amei os poemas,parecem Fernando Pessoa.Parabéns.Beijos