A culpa...


Sentimento brutal...
.... que martiriza a alma

Vozes que ecoam na noite
Vindas de dentro...
Murmúrios que ensurdecem
O silêncio...
Gritos mudos
Que se perdem...
Garganta seca
Medo...
Frio...
Dor...
Revolta...!

Não existe nada...
... nada que possa mudar o que está feito!

31 impulsos:

VICIO disse...

porque não metes à venda os tomates que te ofereceram?
vai ser uma bic... fila enorme!!

Som Do Silêncio disse...

Existem coisas que nunca voltam atrás uma delas é a palavra dita e a pedra atirada...

Um Beijo em Silêncio

Dark-me disse...

Não se pode mudar o que está feito mas podemos mudar o presente e o futuro.
Se tu própria dizes q não existe nada que possa mudar o que está feito, então não martirizes. A vida continua.

Dark kiss

Dias... disse...

Mas... quem és tu qye finges escrever pela Impulsos ? Não te reconheço miuda, não foi assim que te aprendi.

O Poema, as palavras, são belas e precisas, como sempre. Os conteudos ricos, perfeitamente palpaveis, mas a conclusão não te merece, não te conhece!

Gosto da ilustração, gosto bastante.

Beijo

Ana Rita disse...

Não existe nada que possa mudar o que está feito,mas podemos mudar o que vier por aí!

Às vezes 'a culpa é da vontade que vive dentro de mim e que só morre com a idade do meu fim',ja dizia o grande Variações.

beijo

Ana S. disse...

Pois é... a culpa pode ser terrivel mas não dá para voltar atrás e se houver um arrependimento sincero é preciso continuar em frente.
Beijos

libertynus disse...

´so a vonatde de voltar a construir...desta vez sem aquela areiazinha que encravou a engrenagem...

Marta Ribeiro disse...

venho anunciar a abertura do meu espaço...um espaço onde as opiniões sao fundamentais tanto pra mim como para o crescimento do blog...
espero que o visites e que gostes e deixes a tua opiniao...este é um comentario maira para divulgar mas logo logo sera um comentario em relação ao conteudo deste espaço...
serás sempre bem vindo(a).

A.ses.i.oM disse...

Com o que 'está feito'... APRENDEMOS!!!...

Um Abraço...

collybry disse...

A culpa é um sentimento que corroi a Alma, mas tem alternativa de a desfazer, reparando o que a faz sentir...

Meu doce beijo

Nilson Barcelli disse...

Pois não... é uma chatice... isso leva a que tenhamos mais cuidado para não errar muitas vezes...
Belas palavras, para abordar um tema bem real.
Bom fim-de-semana, beijinhos.

o alquimista disse...

Nasceu a luz sobre as cidades, agita-se a ilha no encontro com o dia, acorda a emoção, a suave brisa, amanhece o sonho que a vontade guia. A lonjura é a distância da viagem, a idade não cobre os rochedos, passam ventos de encantamento descobrindo mil e um segredos...

Bom fim de semana


Doce e terno beijo

Daniel Aladiah disse...

Querida Cleo
O que está feito, está feito e passou, mesmo que esteja ligado ao hoje, só podes embrulhá-lo de outra forma e mostrar que afinal havia outra perspectiva...
Um beijo
Daniel

serenidade disse...

Querida Impulsos,
claro que de nada adianta remediar o que foi feito ou dito e feriu o coração, mas também de nada adianta o sentimento de culpa, apenas atrasa a resolução das situações e impede que o coração serene.

Bom domingo...sereno.

Um Momento... disse...

Potente este Poema ...
Sempre ouvi dizer" a culpa não mora sózinha"
Seja o que for que aconteceu...Sempre em frente
Para trás fica o passado , os erros ,esses, aprendemos com eles;)
Cabe a nós decidir se continuamos com eles ou se lhe os fechamos no amário para de vez em quando nos lembrar-mos que estão lá ... mas para ficarem ,( fechados) de preferência
Um beijo de e por este Momento(*)

Ana disse...

No entanto, podemos sempre mudar o futuro.
Lindo o poema.

Um beijo

Thunder disse...

Gostei de ler!Eu também tenho muitas vezes desses gritos mudos.
A palavra escrita grita por mim.
Bjs.

littledragonblue disse...

Não te rendas à culpa.
A culpa prende-nos ao passado, e pra quê perder tempo a viver o passado se todos os dias vivemos para o futuro?
Quanto ao Ferrari, a seu tempo andarás nele. :D O Preço foi especial para mim.
Um beijinho e votos de um bom domingo

sony disse...

Olá Cleo, li o que escreveste e da maneira que te conheço vejo a escrita apenas como escrita e só e apenas escrita!Como é de se esperar pensamos muitas vezes que o autor está a escrever o que sente no momento...vejo que aqui não se trata disso, para mim tu apenas falas da CULPA!
Falas dela! Não a sentes como escreveste:-)
Acredito que penses como eu, que se pode mudar o que está feito, há sempre algo para fazer, sempre!
Uma delas é aceitar a culpa, perceber o porquê dela e mudar algo!
Ao aceitar essa culpa já estamos a mudar algo...por vezes esse algo é que não chega será pouco...mas podemos sempre tentar mais...sempre!
Um bj Sony:-)

P.S- Um bj da sony que pensa que tu de culpa não tens nada e que acredita que compartilhas a mesma opinião, podemos sempre mudar, sempre!Mesmo por vezes o que está feito!

In Loko disse...

Pois é Impulsos, o sentimento de culpa pode ser muito pesaroso, mas não vale a pena martirizarmo-nos por isso. Se for possível há que remediar a situação, se não for, há que continuar em frente e aprender com os erros!Beijinhos

zetrolha disse...

O teste deu positivo?Que chatice...corre até Espanha.

AcidoCloridrix disse...

Horrivel a culpa,,,,um método bem eficaz de fazer com que uma pessoa se submeta aos caprichos ou desejos de outra,,,,

Bia disse...

A culpa deve ser de facto um sentimento que nos traz muita inquietude e ardor no coração...
"não vale a pena chorar sob o leito derramado", já está não é?
pra frente é o caminho, tudo faz parte da vida e de quem a vive e não se limita a existir.

Olha que eu deixeo mo meu cantinho um desafio para ti, passa por lá.
Um beijo

Rafael Velasquez disse...

já foi. deixa estar... e bom domingo!!!

Sleeping_Angel.69@Hotmail.com disse...

O amor...
Algo muito complicado...
Amamos quem não queremos
e não amamos quem devemos...
Se o procuras não o encontras,
se o evitas das de caras com ele...
Umas vezes é longo mas muito calminho,
outras é curto mas muito intenso...
Chega sem avisar e
vem sempre para ficar...
Não quer saber se é bem-vindo nem
dos estragos que fez ou que vau fazer...
E por mais que estejas preparado,
consegue sempre surpreender-te...
Não faz girar o mundo mas
faz valer a pena que o mundo gire...
O amor é algo que...
Simplesmente acontece...

Phiwuipa disse...

Nada mesmo. Podemos é tentar "atenuar" o que já está feito. Cometer um erro e não o corrigir é, sem dúvida, cometer um outro.

(Parece que foste, por mim, mais uma vez, nomeada :))

*Beijinhos*

Monólogos.by.Paula disse...

Doce Cleo,

Na verdade não é possível mudar o que está feito, mas porquê a Culpa?!

A culpa é um sentimento demasiado amargo para se sentir.

Muitos falam dela. Mas será que falam porque se sentem realmente culpados, ou porque os fazem sentir culpados?!

Pensa nisto.

Bjinho

Dias... disse...

OFF TOPIC
Muito obrigada pelo "segredo" e quem me dera termos um pais de analfabetos como tu que diariamente nos enches de beleza.
Muito obrigada

Beijo soprado

P.S.- Recebo novas da Luso Poemas by hi5, gosto de os congratular pelo trabalho que estão a fazer pelos nossos autores.
Parabéns e a melhor das sortes para tudo

Rosa Maria disse...

Se nada pode mudar o que está feito, para quê pensar mais no assunto?
A culpa... resta saber se a temos ...ou se nos incutem tal...
Para ti, fica um beijo...quanto aos tomates, fica com eles, não os vendas!(pois...hoje , fiquei perplexa com o teu poema e resolvi ler os comentários...:):))

suruka disse...

Sim a tal que atormenta.

Que toda a gente rejeita.
Mas vai casando mais ou menos com todos
nós.

bj

Paulo Afonso disse...

Ainda assim...
É sublime!
Que assim aconteça e,
O poema também.