Por que mares
Terás tu navegado?
Por que ventos
Te terão levado?
Porque terras
Terás tu aportado?
Que tempestades terríveis
Terás tu enfrentado?!
Que dessa derradeira
E tão medonha
Não te tenhas livrado...

E que incríveis
Histórias
Terão os teus marinheiros
Levado
Para o fundo
Do implacável oceano?

.
.
.

O silêncio
É tudo o que me dás!

Ouço-o tão bem
Na tranquilidade
Plena
Da tua imagem
Tão serena
E calada...

Que se confunde
Com a quietude
Da paisagem
Onde quem reina
É a tua
Harmoniosa
E gloriosa paz...

11 impulsos:

escarlate.due disse...

paz... eu gosto. muito. sabe sempre bem

Ana Lúcia Porto disse...

Oi Cleo,

Hoje eu ganhei o dia...

Estava conhecendo outros blogs e encontrei este seu, aqui. Acabei por descobrir e abrir todos os seus blogs e ex-blogs, inclusive, os findos em 2007.

Fui saber quem você é, como de costume faço, ao abrir os perfis e terminei por lendo a sua entrevista no "Luso Poemas" (set/08), onde fala de seus "dois eus em harmonia" e dos nomes que a representam como poetisa.

Gostei tanto, que tive uma sensação boa como há tempos não me surgia. Foi uma alegria em descobrir uma simplicidade tão bonita, como bem sabe ser. Fiquei leve e feliz, naturalmente, como se eu a conhecesse há séculos. Senti afinidades, talvez por termos uma infância onde a natureza nos foi mestra e amiga. Eu nasci desfrutando de um quintal cheio de árvores frutíferas e muitos animais.

Enfim, vou fazer um link deste seu blog, para voltar mais vezes. Só não vislumbrei como lhe seguir. Como?!

Beijos e um bom domingo,
Ana Lúcia.

Ana Lúcia Porto disse...

Cleo,

Dessa vez, eu estou passando por aqui, tão somente para lhe dizer que eu ficaria muito feliz se você fosse comer uma fatia de bolo, comigo, em meu blog...

Estou lhe aguardando.

Beijos,
Ana Lúcia.

Anónimo disse...

Olá amiga, vim conhecer seu blog, tudo é muito lindo e seus poemas são ótimos, bastante profundos.Parabéns.Não sei como ser seguidor, mas continuarei visitando.Se puder visite meu blog
ventosnaprimavera.blogspot.com

Conheça também o blog do grupo cultural que participo em Nova Iguaçu-Rio de Janeiro
po-de-poesia.blogspot.com


Será um prazer receber sua visita
Tudo de bom pra você
Arnoldo Pimentel

Nadine Granad disse...

Belíssimo!
Saudade de lê-la!!!...

Serena pós-leitura...
Gostei muito!!!

Abraços!

Ana Lúcia Porto disse...

Oi Cleo,

Fiquei muito feliz com a sua presença na festa de meu blog...

Obrigada você pelas palavras amigas. Desejo que volte logo a escrever lindamente em seu blog e, desta vez, com mais amigos do que outrora...

Beijos e até a próxima,
Ana Lúcia.

filipa disse...

Bonito poema...
Ás vezes o silêncio sabe bem... para nos encontrarmos... e à nossa paz interior.

maior beijo*

Daniel Aladiah disse...

Querida Cleo
As palavras, a música que tanto aprecio, e tu... nesse mar sem (a)mar...
Um beijo
Daniel

Ana Lúcia Porto disse...

Oi Cleo,

Vim lhe desejar uma boa semana, prá você...

Beijos e vou ficar torcendo para que você retorne em breve aos seus blogs,
Ana Lúcia.

Ana Lúcia Porto disse...

Oi Cleo,

Eu lhe desejo uma Semana Santa renovadora em seu coração.

Sim, acabei de ler atentamente o seu aviso fixado no início da página. Compreendo, respeito e acrescento que, por muito pouco tempo, gostei imensamente de lhe conhecer.

Posso ter chegado tarde, mas foi o suficiente para saber que por trás desse blog há uma pessoa de coração e sentimentos nobres, você. E prá mim, já bastou, guardei a essência. É o que me importa.

Não se preocupe, eu entendo...
Desejo-lhe boa sorte em sua vida, como bons fluídos em seu caminho.

Beijos e

FELIZ PÁSCOA...!!,

Ana Lúcia.

António disse...

Quantas vezes é no silêncio que nos encontramos, é no silêncio que sonhamos o nada e o tudo, o vazio de nada ter, a não ser silêncio.

bj