Esta é uma antologia onde tenho o privilégio de também participar com alguns poemas meus.
No próximo Sábado, dia 17, será o dia da sua apresentação.
Se quiseres passar uma tarde diferente, aparece!
.............................................
Para uma informação mais detalhada, é só dar uma espreitadela ali na coluna lateral... está lá tudo ao pormenor.

11 impulsos:

Paula Raposo disse...

É no mesmo local onde estive este sábado na apresentação do livro da Pingente. Bem bonito!
Um sucesso é o que desejo a todos vós. Beijinhos.

sonho disse...

Tudo de bom é oque vos desejo..
Beijo de um anjo

Mª Dolores Marques disse...

Via ser um belo dia, um óptimo encontro de pessoas, que antes de serem poetas, já vestiam a poesia


beijo e até Sábado

Rafeiro Perfumado disse...

Tu não páras, mulher, ainda ficas com os dedos em fferida de tanto "poemar"!

Beijoca e parabéns!

segredo disse...

Pena nao ser pela beira baixa!
Beijinho de lua*.*

Ácido Cloridrix HCL disse...

Pena eu estar longe (Uruguai) senão seria uma óptima opção, sem duvida!!! De qq maneira agradeço o convite publico!!! HCL

AnaMar (pseudónimo) disse...

Eu também vou.:-)
Mas ando aqui pelas serras e Dunas e ainda não enviei convites. Vou fazê-lo agora.

Até lá.
Besos

JuvePP disse...

Olá
Parabéns aos autores e obrigado.
Não podendo abraçar-vos além atlântico, registo o meu desejo.
A poesia é cada vez mais o registo da alma humana, espelho de um Eu que se deseja outro, criador de sentidos e mundividências infinitas.
Parabéns e façam o favor de se sentirem especiais.

impulsos disse...

JuvePP

Para ti, o meu sincero e sentido agradecimento.
Tu sabes que me és especial e de certa forma é a ti que devo muito do que me tem acontecido nestes ultimos tempos, em matéria de envolvimento na poesia.
Os teus comentários iniciais e ao longo de todo o meu percurso por estes trilhos poéticos, foram fundamentais e incentivaram-me a não desistir nunca.
Por isso, o meu humilde e sentido obrigado!

Beijo

O Profeta disse...

Corre assombração
Vai para outro mundo numa toada de vento
Afasta de mim este cálice
Deixa-me aprisionar a morte na vida por um momento

Deixa-me sentir com a alegria dos sentidos
Deixa-me acreditar no voo do por-do-sol
Deixa-me beijar as águas de um lago feliz
Deixa-me navegar sem rumo, perder o control



Mágico beijo

Kok disse...

Porque não abri o meu blog antes do fim de semana, perdi a possibilidade de estar presente no sábado.
Não quero, porém, deixar de te agradecer o convite e dizer que tenho pena de não ter estado presente.
Outra vez será!