Vultos que deambulam em busca do nada...

São as sombras que se arrastam na noite escura...
A vida que não se vive
Enquanto a dos outros adormece...

São as almas sem rumo
Que se passeiam pelo infinito
Do deserto das suas vidas... perdidas...

Fruto das escolhas malditas!...

Mais uma noite
Mais uma penitência
Mais um festejo de dor... sem amor...

E lá vou eu pela rua
Absorto... meio morto...
Vou de encontro a abismos... esquecidos...

Acho que me perdi no caminho
Não sei o que faço aqui...
Só sei que me perdi... de mim...

Avisto a morte ali ao fundo
A única certeza que me resta
Desta vida que não tenho

Perdi tudo... tudo...
Fiquei sem nada... um farrapo de gente
E ela não tarda!...

38 impulsos:

Dias... disse...

O texto está muito bom, carregadissimo de sentires, adorei.
Espero que a veia bloguista te tenha feito dramatizar ou mesmo ficcionar todas as palavras, porque são belissimas mas também preocupantes.
Beijo impulsionado

Secreta disse...

Palavras cheias de sentir! Fortes! Que marcam todos os nossos poros.
Fantástico!
Beijito :)

S.M.R. disse...

hum..o meu MEME pensei,meme /gene/o gene egoista que o dito senhor inventou, estudei-o, assim como Darwin e outros nomes que relacionavam tudo; logo sendo um meme algo que é transmitido, um conhecimento, tal como livros, imagens, pensei em tudo que me foi transmitido, e o ADN também são moléculas de tudo que nos transmitem, logo GENE/MOLECULAS DE ADN:-)
Escolhe o teu, arranja algo que simbolize o teu MEME!
podes copiar o meu tb se quiseres:-)
bjs vou levar meu puto à escola! Até logo:-)
Sony bj

S.M.R. disse...

Agora sim antes de estudar...Bom Diaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!
Achei muito bom o que escreveste...mas tem um senão!
Espero que tenha sido escrito sem o teu sentir!
Espero que sejam mais e apenas palavras fortes carregadas de desilusão...fracasso...algo existente nesta realidade da vida...mas espero não estarem a serem sentidas por ti!
Eu confesso ...já as senti...em tempos...e detestei sentir!Jurei a mim mesma nunca mais as sentir!
E como só tenho uma palavra...CUMPRO!
Um bj Sony:-)
Pareceu-me ler-te como vejo um rio a correr...fluiu tão depressa...GOSTEI...Bjs:-)
Sony:-)
Agora vou estudar!!!
Inté

Anónimo disse...

Olá amiga. Á já muito tempo que ando para te «visitar» e por iso desculpa a minha demora.
Vejo que não perdes-te a tua veia poética e isso deixa-me muito contente. Mas espero que este teu poema não tenha sido escrito a pensar nos teu problemas da vida. Mas se for, espero que ultrapasses esses problemas rápidamente, pois és uma pessoa fantástica e não mereces estar a sofrer.
Fica bem.

Para ti 1 beijo grande.

Summerofdreams

Zeca Paleca disse...

CALMA LÁ!!!
Estas palavras fazem-nos sentir um pouco tristes, mas tu és VIDA!

Virar a chave,
como quem lê uma página,
abrir por dentro,
libertar-se sendo,
como quem se envolve
na personagem,
lento.

Descobrir o além do sonho,
o impensado, o certo,
o mais que imaginado.
O que os olhos buscam cobrir
no sonho.

Ver em ti, a minha cara,
minha cara interpretada:
metade minha, metade clara.

E o meu ratinho também no:

http://lusoprosecontras.blogspot.com

MentesSueltas disse...

Pasaba a saludar y dejar un abrazo para esta semana.
MentesSueltas

Kianda disse...

Senti uma lagrima escorrer-me alma abaixo..!
..porque às vezes, viver tb me doi..!

Beijokita da Kianda
someday, we'll find our way!

Betty Branco Martins disse...

Lindo___belo___triste_____________

_____emoção caminhando
livremente "sob" um céu por obra do destino______sem estrelas____________mas __elas____estão lá SEMPRE_____________mesmo que a nossa vista não as possa alcançar

Beijinhos com carinho
BSemana

A.S. disse...

Por vezes no último instante faz-se luz... e há uma mão que nos retira do abismo!...


Um terno BeijO!

veritas disse...

Olá!

"Perdi tudo... tudo...
Fiquei sem nada... um farrapo de gente
E ela não tarda!..."

E é nesses momentos que bem no fundo de nós mesmos temos de despertar a faísca, alimentando-a para que nos dê sempre a capacidade de reerguer e reconstruir...Eu sei que é possível!

Bjs. Boa semana.

Vladimir disse...

tão triste e tão belo ao mesmo tempo....adorei....

as velas ardem ate ao fim disse...

Na sombra pode haver luz.

Triste mas belissimo o teu texto.

A morte espera nos a todos.Sinto.

(adoro Verve)

bjocas

serenidade disse...

Minha querida amiga,
por vezes temos momentos de ver a morte lá ao fundo, mesmo que não esteja realemnte porque precisamos de ver o quanto precisamos de dar valor à vida. Estamos cá, o que é um privilégio, temos de viver com alegria e entusiamo... Vá lá, sorri....

Deixo-te um sorriso muito doce e terno, só para ti.

Thunder disse...

Gostei muito da foto, mas principalmente do poema.Bjs.

Existe uma estrela no céu que ninguem vê senão eu! disse...

E necessario abrir os olhos e perceber que as coisas boas estao dentro de nos, onde os sentimentos nao precisam de motivos nem os desejos de razao. O importante e aproveitar o momento e aprender sua duracao, pois a vida esta¡ nos olhos de quem saber ver"

lurainbow disse...

Não ,não estou farta de fazer RIR , eu ADORO ouvir RIR , eu AMO o sorriso de alguém .Estou apenas cansada e triste de não me fazerem sorrir a MIM também .

beijinhos


Ei UPAAAAAAAA

Gilberto disse...

Terá acontecido assim para os lados do Egípto: Moisés, por inspiraçao divina libertou o Povo de Deus, escravizado pelo Faraó. Esta passagem da escravatura à liberdade para o povo Hebreu também foi e é Pascoa.

Beijinho

Som Do Silêncio disse...

Mesmo que percas tudo... tudo... nunca percas a vontade de viver amiga, pois é a maior dádiva que temos.
Um beijo em silêncio

Cs disse...

Embora triste, não deixa de ser belo.
O conjunto texto/foto está excelente!

Obrigada por este momento!

Beijo a P&B!

José Alberto Mostardinha disse...

Olá:

Palavras para usares daqui a uns anos... para já há que levar a vida com a ternura que a idade te concede.
Boa semana.

Bjs,

Voluntariado Nova Geração disse...

Acreditamos no Voluntariado e no que ele tem de melhor para ajudar o Outro. Queremos ser uma Nova Geração para o Voluntariado. Olhamos o Mundo com um Novo Olhar.

Procuramos com o blogue Voluntariado Nova Geração promover e divulgar o Voluntariado Social, enquanto actividade que, através da Solidariedade, do Respeito e da Ajuda, vá ao encontro do Outro, procurando construir uma Sociedade mais justa, humana e solidária.

Faça um “link” do Voluntariado Nova Geração no seu blogue, divulgando esta causa.
Visite-nos e dê-nos a conhecer notícias e testemunhos de voluntariado.

«O voluntariado enobrece os Homens…» T. Jefferson

Dias... disse...

Aceita-a (a morte), será a tua medalha por tanto teres sentido, mas continua viva porque viver quase tudo compensa.

Beijo

Filipe Oliveira disse...

Olá.
Depois de ler o texto, percebi a subtileza do foto.

Vida eterna
Desilusão
Promessas não cumpridas
Luz
I'm never going down

Bjs

Ana S. disse...

Que poema tão tristinho!
É normal perder-se pelo caminho mas é importante não desistir até achar a volta.
A morte chega cedo ou tarde para todos. Não podemos é esperar por ela.
Beijos

Som do Silêncio disse...

Olá!

Sem duvida um texto triste...mas de uma beleza profunda.
Gostei muito!

Beijo Silencioso

Luís Galego disse...

Mais um festejo de dor... sem amor...

texto forte, dorido e belo...

suruka disse...

A caminhada
de noite é mais dificil,
mas por outro lado há as estrelas
bem visiveis pelas quais nos podemos orientar.

Abraço

suruka disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
o alquimista disse...

És flor que uma mão teceu
És fronteira entre o ódio e a paixão
És aroma de terra molhada
Pássaro voando na assombração


Boa semana

Doce beijo

mago dos sonhos disse...

Saudações Ser do Impulso!
Saudações a Todos!

É na profundeza da noite, que o nosso ser exapande e caminha, dormente silêncio, divagante momento, deambulante ser que no abismo se perde, que deambula no escuro ao encontro da vida, imolada na alma, dorida e sozinha. Certo é, que é das únicas certezas que nosso ser conhece, mas, a força em ti vibra, rija mulher do ser, forte, sensata e sentida. Uma ponte suspensa, desviará do abismo, a tua alma imensa. O Mago, sua força de amigo, aqui deixou.

Sonhos Mágicos

mnemosyne disse...

...na neblina passei a ser apenas uma das pedras que o luar reverberava.
Versos brancos que os olhos abraçam ..um poema nostálgico sim, mas não menos belo por isso.
Um beijo

VICIO disse...

apenas uma opção de vida ou do fim dela...
há quem se consiga assumir como é e não se esconda, mas os que optam por isso... seguem a sua vontade e devem ser felizes assim.
a porta de saida tem de ser aberta por quem está dentro... se quiser!

ps-tal como te disse... gostei! ;)

Yohanan disse...

São por vezes as nossas escolhas que nos levam, ...transportam por caminhos esconhecidos, caminhos que nos fazem sofrer...muito, e ficam marcas para uma vida...
acalma essa alma ferida e tenta sorrir...

beijinho num impulso** ;)

DP disse...

ela não tarda, mas pode esperar
jnhs

marco disse...

ola, muito bonito o texto como sempre, e a musica nunca fica atras!!
beijinhos!

Brain disse...

Cabe a cada um de nós,
Ter olhos para ver esses vultos,
E fazer,
Com que deixem de o ser!

Fantástico!

Beijo.

Francieli Rebelatto disse...

Quanta força nesta poesia, quanto medo tb nessas entrelinhas...

Gostei daqui!!!

beijos e cuide-se!!