Uma doce recordação...


Um ultimo olhar ditou o impulso que se seguiu
E os teus olhos não mentiram...
A tua boca desejava... o que as palavras não diziam...
O corpo tremia...
A vontade sofria...
Pelo toque urgente que os lábios pediam...
Nada mais importava
Apenas o instante...
Mesmo ali... naquele tapete rolante...
Deste cabo do que restava das minhas poucas desfesas
Uma explosão aconteceu... o meu corpo estremeceu...
Ninguém viu... ninguém ouviu...
Só tu... e eu!

11 impulsos:

sonhadora disse...

O sonho. Sempre o sonho a perseguir-me.
Beijinhos embrulhados em abraços

Brain disse...

Impulsos,

Tu... estás... simplesmente... cada vez... melhor!

Continua! PLEASE!!!!!

Beijo.

PS:deste chato-que-tem-a-mania-que-percebe-disto, se queres manter-te apenas como "impulsos" (e muito bem) muda o nome aos ficheiros das imagens, antes de fazeres o upload ;)

SONY disse...

ARREPIASTE-ME!
E Só o QUE É MUITO BOM ME ARREPIA!
UM BJ SONY

A.S. disse...

Há impulsos que são irresistiveis!

Um terno beijo...

Afonso disse...

Obrigado pela visita! Espero que volte.
GOstei muito do post.

Até breve . . .

In Loko disse...

Bonitos estes Impulsos. Bonitos e sensuais e só para quem os sente! Beijinho

Jose disse...

Guarda essas explosões no íntimo do teu jardim, é um tesouro de valor incalculavel.


Um beijo miuda

Dias... disse...

Ficaram os sentires em exclusivo nas personagens principais e assim é que deve ser.

Que expludas muitas e muitas vezes, para sempre com a mesma intensidade.

Beijo

SONY disse...

Obrigada n reparei como ficou o nick, mas foi no dia que falámos lembras?
E tentei te ajudar na música!
Vi em todos comentários a seguir a ter entrado lá ...que assinava com o nick daquela conta, mas metia manualmente o meu...depois tirei-a da blogspot e fiz login com meu endereço!
Não sei se sería esse nick?
Se foi desculpa dei conta secalhar depois dos 1s comentários...mas se foi outro diz-me ok? bjs Sony

Vladimir disse...

Refere François Chateaubriand que “não somos nada, sem felicidade”.

Qual é a sua opinião sobre este tema?

Marshall disse...

é, as coisas que acontecem a dois ninguém precisa saber... só os dois entendem esse impulso!
Muito bom seu blog! :)