Não é o desprezo que me incomoda. Ele é só o fruto de uma ferida localizada bem no meio de um orgulho estupidamente cobarde, que não soube sarar de outra forma... sim, o desprezo é uma arma poderosa!
O que me incomoda mesmo, é nunca chegar a saber o que o gelo da aparente indiferença, grita nas entrelinhas do abismo de silêncios que ele próprio cavou...

11 impulsos:

ZeManel disse...

Olá Cleo :)))

O DESPREZO…
Sabes… pode ser um modo de protecção de quem pratica este acto de desdém!

“Chovem silêncios nos nossos dias, tão iguais aos de outros…mas eu sei que tu sabes, que não precisamos de palavras. …” Da 9 à página 45 te leio com especial e redobrado prazer…
Indubitavelmente escreves muito bem.
Parabéns pelo teu livro In Pulsos!!!

Bjs :)))

vício disse...

muitas gotas, que sozinhas mal se notam, um dia enchem um copo...

Manuela Fonseca disse...

Sim, o desprezo também não me incomoda. O que me incomoda são os silêncios...acompanhados.

Genial!!!

Beijinhos e muita paz, Cleozinha***

Gothicum disse...

boa noite...às vezes o silêncio é o maior amigo ou inimigo...que este não te faça mal...

Voltei amiga...fim dos dias de reclusão ...mesmo espaço...diferente endereço.


Abraço.

Susn F. disse...

Uma reflexão muito bem escrita e, infelizmente, compreendo-a perfeitamente.

beijinhos

Luis F disse...

Um texto para ser lido e reflectido

Gostei desta partilha e desta visão...

Tanta verdade aqui contida que deveria ser de facto lida por muita mais gente

Bjs
Luis

Moreno disse...

A indiferença é mesmo esse bloco de gelo difícil ou mesmo impossível de quebrar.

beijo

Silêncio Prateado disse...

O silêncio é muitas das vezes a forma que encontramos para mostrar aquilo que sentimos.

Como sempre um post perfeito...

Beijinho

O Profeta disse...

Passei para te deixar um terno beijo...

Nilson Barcelli disse...

Se já é mau com motivo, quando não o sabemos ainda é muito pior.
Querida amiga, tem um boa semana.
Beijo.

Teté disse...

A indiferença é uma arma ainda mais poderosa que o desprezo! E, normalmente, não tem volta...

Beijinhos!