Já não sei quem sou
De onde venho
Ou
Para onde vou

Sou um vulto
Sem rumo
Vergado
Ao infortúnio
Que me assolou

Um estorvo
Um tropeço
Nesta estrada
Que não tem fim
Nem começo
Por onde me morro
A cada passo
Que dou

Xôoo cão
Maldito sejas!

Que me persegues
E me filas
Silencioso...

4 impulsos:

ZeManel disse...

Seja eu quem seja
Venha eu donde vier
Ou
Vá eu pra onde vá
Eu sou quem sou
EU

Bjs

A. Jorge disse...

Olá!
Espero que ainda te lembres de mim. Interrompi a minha ausência de dois anos e cá estou eu de novo. Convido-te a visitares o meu novo espaço - http://escarniosmaldizeres.blogspot.com/ . É muito diferente do "Vagabundices" - http://vaggabundices.blogspot.com/ . Espero que gostes.

Beijos

Jorge

A. Jorge disse...

Obrigado pela visita ao meu/teu novo espaço.
Ainda bem que gostaste.
Aparece sempre que te apetecer. Serás sempre bem-vinda.

Beijos

Jorge

http://escarniosmaldizeres.blogspot.com/

Rafeiro Perfumado disse...

Essa do cão ofendeu-me...