Hoje
Não estou
P'ra ninguém...

Marquei encontro com o silêncio
A tristeza veio também
Trouxe com ela a saudade
E a esperança diz
Que ainda vem...

Sentei-me na mesa farta
De apetitosas iguarias
Para tão ilustres convivas
E esperei um pouco
Até que viesse mais alguém
Mas...
O tempo passou
E não apareceu mais ninguém!

A expectativa
Irrequieta
Subiu ao alto da cadeira
Desequilibrou-se...
E caiu redonda no chão!

Levantou-se envergonhada
Recompôs-se
E sentou-se de novo
Agora mais quieta e sossegada

Quis debater a verdade dos factos
Mas não tive com quem...

Diante de mim
O meu convidado de honra
Que se manteve silencioso
Fazendo jus ao seu nome
À minha direita ficou a tristeza
[Que só soluçava]
E juntinho a ela
Ali bem ao lado
A saudade
Que não abriu boca
Só os olhos falavam...

A esperança vem de certeza
[Disse eu com convicção]
Prometeu-me que viria!
Mas não apareceu
Nem mandou quem...

O silêncio ficou mudo
A tristeza também
Distraídos que estava-mos
Cada um com seu desgosto
Nem demos conta...

Só no fim reparei
A saudade comeu tudo
A esperança já não vem!

Hoje
Não estou
P'ra ninguém...

22 impulsos:

susaninha disse...

A quem o dizes já somos duas...


Ah adorei a musica.

Que um anjo te ilumine
Beijo

Som do Silêncio disse...

Olá!

Que conjunto :)))) imagem, som e principalmente texto!!!!
ADOREI!!!!!

Beijo
Som

Gothicum disse...

"A simplicidade é o que há de mais difícil no mundo: é o último resultado da experiência, a derradeira força do génio."
(George Bernard Shaw)

...Quão simples é ler-te...mesmo não estando para ninguém!

A tua simplicidade, como diz a frase, faz de ti o génio que todos adoramos.

Abraços silenciosos...

SAM disse...

Querida Cleo, o comentário acima faz jus o que de belo lemos e sentimos aqui. Texto, foto e musica num post mais que bonito. Mais que bonito porque penetra em nossa alma o sentido de cada verso. A saudade é certo que tudo come, mas a esperança com certeza virá postar a mesa, pois ela é sentimento que alimenta.


Agradeço profundamente Cléo pelas palavras de amizade , carinho e ânimo deixadas no Sam. A esperança acompanhou-te na visita....


Grande beijo e carinhoso abraço

segredo disse...

"Só no fim reparei
A saudade comeu tudo
A esperança já não vem!"
Como são verdadeiras e intensas estas palavras...
Beijinho de lua*.*
(a musica arrepia-me! Pela positiva)

JuvePP disse...

Olá, e eu reparei que este sujeito poético estava mais triste que ninguém. Também reparei que o teu estilo começa a ser compreendido e aceite como peculiar. Parabéns.

as velas ardem ate ao fim disse...

Feliz dia da Liberdade!

Constança Gomes Antunes disse...

Se a saudade come tudo é porque foi o seu tempo.


Logo será o da esperança.

Depois o das mãos dadas.

A seguir o do amor.

Císa disse...

...Hoje não estou p'ra ninguem...

Apesar do texto dolorido,foi um conforto para mim.
Que coisa estranha.
Será isso bom? Ou não?
Bom,vou entender isso como um momento de introspecção que estou vivendo,para depois dele vira a paz interior,o amor no coração,a esperança no olhar e a felicidade na alma.

Parabens pelo blog!
Parabens mesmo!

Beijinhos carinhosos,

* Císa *

Secreta disse...

Hoje...também não estou para ninguém, mas, não consigo ficar sozinha.
Beijito.

Daniel Aladiah disse...

Querida Cleo
Muito bom! Há poemas ímpares, este é um deles.
Um beijo
Daniel

deusa da lua disse...

A felicidade ou a infelicidade de um homem não depende da quantidade de propriedades ou ouro que ele possui.
A felicidade ou a miséria residem na alma de cada um.
(Demócrito)

ola, venho te convidar a visitares o meu cantinho, espero que gostes, beijokas
www.mundomar.blogs.sapo.pt

James H. disse...

Olá 'poetisa do Sol',
Adorei esta combinação....Um voo perfeito!
bjo
James

Nilson Barcelli disse...

Não estás para ninguém, mas eu vim na mesma para te ler.
E li um soberbo poema. Gostei do to, do som, das imagens, do ritmo, enfim, gostei de tudo.
Cara amiga, um bom resto de semana, fds e feriado incluidos.
Beijo.

Mika disse...

Sem notar o "impulso" chegar, passei e li...mesmo que "coisa pouca" deixa que pensar, nos "ecos" do que fica por cada um dos três cantos.
Gostei e adicionei aos favoritos.
Abraço

as velas ardem ate ao fim disse...

Bom 1º de Maio!

Viva a liberdade

bjo

acassiacleta disse...

Lindas palavras e essa música que há nuito não ouvia :)

Peach disse...

Se a esperança não vem, mais vale adormecer até ela nos bater á porta.

beijo

escarlate.due disse...

obrigada! :)

SP EU disse...

Nem imaginas como estas palavras e a foto submergiram em mim.

ZezinhoMota disse...

Olá!

É longa a nossa ausência, mas aqui stou a ler-te e admirar este teu cantinho de aconchego.

Saudações

ZezinhoMota

Ricardo Gonçalves disse...

muito linda a sua escrita admiravel beleza