O mesmo lugar... uma noite como as outras...


A noite avançava sem pressa
No meio de um calor infernal
Quase sufocante
Que emanava das paredes
Da velha casa de pedra...

Valeu-lhe o leque
Que por ela aguardava
Pacientemente
Lá no fundo daquela gaveta
Empenada...

Era uma noite quente de Julho
Como qualquer outra noite
De outros Julhos passados

Tudo permanecia igual...

Menos a companhia
Que a abandonara
Antes do Julho chegar...

16 impulsos:

Paulo Afonso disse...

Olá Cleo
Mais um grande poema cheio de realidade
Só damos o devido valor quando perdemos... as coisas, as pessoas ou os afectos... pensem nisso!
Muito bem!

Beijo AR

Vertigo disse...

Muito bem descrita esta sensação..traduz nostalgia!!
beijinho

ps:esta canção não conhecia,vou ouvir melhor ;)

Lívio disse...

Sem palavras...

cõllybry disse...

Olá Cleo, um o leque, tenho uma grande coleção deles...nostalgico mas belo...

Doce beijo

A.S. disse...

Um leque é um elemento exótico e fascinante... e por vezes dá muito jeito!


Um terno beijo...

MEU DOCE AMOR disse...

As tuas palavras são uma dança de lindos leques.

Beijinho doce

Sha disse...

Pois... um mero pormenor que faz toda a diferença.

Boa semana!

Bjo com sabor a sha.

In Loko disse...

Sabes que mais Cleo... acho que o clima em julho não só tá chovendo mais como as companhias desaparecem mais depressa, por que será? O Síndroma do aquecimento global estará afectando também as mentes amantes e carinhosas? Eu sei lá!!! Parece que as pessoas se cansam mais depressa dos namoros longos... isto só pode ser do clima caramba ;)... Beijinho grande.

Secreta disse...

O mesmo lugar , uma noite como as outras ... e um vazio que doi.
Beijito.

Dias... disse...

Uau!...

Consegues, sem detalhar, deixando espaço para criarmos, colocar-nos como companhia da senhora.
E no final, quando nos começamos a recostar, no horizonte que cada um criou, espetas-nos esta estaca de Verão...

Não teria impacto se não estivesse tão bem construido, e bem construir é um habito por aqui.

Senti o texto (desliguei o som) e gostei bastante, parabéns.

Beijo

happiness...moreorless disse...

os teus poemas têm vida...=)

****
boas férias

João Cordeiro disse...

Soberbo, que mais poderei dizer.

Obrigado


Beijinho sonhador

Carlos D disse...

que o leque volte
á sua gaveta para que
as noites de Agosto
não sejam tão quentes


bjs e um sorriso

littledragonblue disse...

Uma noite igual a tantas outras pode ser diferente se souber-mos usar bem o leque.
gostei do poema
Um beijinho e votos de uma boa semana

su disse...

Ao menos o leque, pacientemente, a aguardava...
Bela imagem conseguida num volteface do destino que não se repete...gosto destas estratégias de escrita! ;)

Beijos em fio aqui da Teia.
P.S. Obrigado pelas tuas palavras lá na Teia...as minhas foram mais do que um sonho: resultado da celebração do sentimento para e por outrém.

ORIANA disse...

hum...
de repente senti-me nua, deitada na cama, com a cortina a oscilar sobre mim, vento quente que passa e me arrepia...

Bonitas as tuas palavras
Um beijo na alma e ... boas férias!